Moradores e funcionários de uma fazenda na estrada do Alvarenga, em São Luiz do Paraitinga (SP), foram feitos reféns por criminosos durante um assalto. Ao menos oito homens armados mantiveram as vítimas trancadas em um cômodo por mais de dez horas, com as mãos e pernas amarradas, enquanto roubavam objetos, armas e veículos da casa. Ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Civil, o grupo invadiu a fazenda por volta das 21h de domingo (13) e rendeu o proprietário do imóvel e dois funcionários. Eles, as esposas e filhos foram amarrados e levados para uma outra casa no mesmo terreno, onde foram mantidos como reféns.

O crime foi registrado apenas em um boletim de ocorrência nesta terça-feira (15), - o atraso ocorreu por causa de uma falha no sistema da polícia na segunda-feira (14).

As vítimas relataram à polícia que todos os assaltantes usavam luvas, toucas ninjas e estavam armados com pistolas e outras armas de grosso calibre. Eles teriam se identificado como integrantes de uma facção criminosa e que estariam à procura de ouro, armas e máquinas.

Por volta das 7h30 da manhã de segunda-feira, os reféns foram soltos e o grupo de assaltantes fugiu no carro de um dos funcionários, levando correntes, relógios de ouro, talões de cheques, celulares, além de três armas que o proprietário da fazenda guardava no local. Os criminosos levaram também um trator e uma máquina retroescavadeira que estavam na fazenda.

Segundo o boletim de ocorrência, os criminosos também chegaram a levar uma caminhonete na ação, mas o veículo foi encontrado abandonado horas depois em uma estrada rural da cidade.

O crime foi registrado na delegacia de São Luiz do Paraitinga e a Polícia Civil investiga o caso.


13 04 2021 regiao crz vacinometro13 04 2021 regiao crz numero corona13 04 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01