26 05 2021 policia tm operacao drogas armas pemanoFoi deflagrada na manhã desta quarta-feira (26/05) a Operação Ninjas, que visava desarticular uma organização criminosa que traficava drogas e armas no interior de uma unidade penitenciária na cidade de Tremembé.

Segundo o MP (Ministério Público), a organização que foi alvo da operação era integrada por membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

A ação foi realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e pela Deic (Delegacia Especializada de Investigações Criminais) de Taubaté, com apoio da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região do Vale do Paraíba e do 3º Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar).

Foram cumpridos 15 mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão, todos expedidos pela 2ª Vara Criminal de Tremembé, contra pessoas investigadas por integrar a organização criminosa. Também houve determinação judicial para o bloqueio de valores em contas de alguns dos alvos.

Durante a ação desta quarta-feira, foram apreendidos anotações referentes à contabilidade da organização criminosa, telefones celulares e, material para pesar e embalar as drogas que eram destinadas ao arremesso e inserção na unidade prisional, pelos chamados “ninjas”.

Segundo o MP, a organização traficava drogas, armas e aparelhos celulares para dentro do Pemano (Centro de Progressão Penitenciária “Dr. Edgard Magalhães Noronha”), em Tremembé, e seria chefiada por membros do PCC que se encontram em cumprimento de pena em regime semiaberto. As investigações, iniciadas pelo MP, foram conduzidas pela Polícia Civil com auxílio do Gaeco e da SAP (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo), responsável pela Coordenadoria de Unidades Prisionais.

A referência aos “Ninjas” no nome da Operação se deve ao modo com a organização criminosa introduz drogas, armas e aparelhos de telefone celular para a comercialização e uso dos presos no interior da unidade prisional. Os objetos são arremessados por diversas formas.

As investigações, que já duram três meses, levaram a prisões e apreensões de mais de 70 kg de entorpecentes (cocaína, maconha K4 e LSD), armas de fogo, e aparelhos de telefone celular.


20 07 2021 regiao crz corona faixa etaria20 07 2021 regiao crz numero corona20 07 2021 regiao crz vacinometro

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01