29 03 2021 mundo mexico mortos maiorAs mortes por covid-19 podem ter ultrapassado a marca de 322 mil no México, estimou um documento do governo divulgado neste fim de semana.

A quantidade colocaria o país como o segundo com mais óbitos no mundo, superando o Brasil e deixando a nação de 126 milhões de habitantes atrás apenas dos Estados Unidos.

O documento chamado "Excesso de Mortalidade no México" informou que até a sexta semana de 2021, que terminou no dia 13 de fevereiro, o país havia registrado 294.287 mortes relacionadas à doença. Esse número supera em 120.576 as 173.711 mortes oficiais reportadas na época. A metodologia consistiu em utilizar como variável a causa de morte registrada nas certidões de óbito.

"Isso nos permite, através de algoritmos de bucas de termos relacionados com a covid-19, identificar as certidões que mencionam palavras como covid-19, Sars-CoV-2, coronavírus, entre outras", analisou o subsecretário de Prevenção e Promoção da Saúde, Hugo López-Gatell. A mudança ainda não é visível no site da Universidade Johns Hopkins, que faz um levantamento em tempo real dos casos e mortes por covid-19 no planeta.

Desde 13 de fevereiro, o governo notificou um total de 27.538 mortes por covid-19 nos comunicados diários, o que significa pelo menos 322.365 mortes causadas pelo coronavírus. A quantidade supera o número de óbitos do Brasil, que tem 312 mil, e é inferior apenas aos 549 mil mortos registrados nos EUA.

O México aposta em uma estratégia que consiste na realização de poucos testes, como mostra o índice de positividade de aproximadamente 50%, e se concentra em ampliar a capacidade dos hospitais, e não em frear os contágios.

Embora o país tenha 2,2 milhões de casos confirmados de covid-19, Gatell afirmou nesta semana que até 50% da população já estaria imune por ter sido infectada. Especialistas advertiram que as contas diárias da Secretaria de Saúde costumam excluir as pessoas que morrem em casa por não terem acesso a serviços sanitários.

A metodologia do novo relatório é similar à utilizada pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia (Inegi), que concluiu que o México teve 108.658 mortes por covid-19 nos primeiros oito meses de 2020, número 55% superior aos 69.849 óbitos reportados pelas autoridades sanitárias até agosto.

Com informações de Agências Internacionais


13 04 2021 regiao crz vacinometro13 04 2021 regiao crz numero corona13 04 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01