17 10 2020 mundo chineses vacina farmaciaPor um valor de 60 dólares (o equivalente a R$ 337), moradores da cidade chinesa de Jiaxing podem ter acesso à vacina contra covid-19 da farmacêutica Sinovac Biotech, a CoronaVac, que ainda não foi aprovada.  Segundo a imprensa local, por enquanto, apenas pessoas com idades entre 18 e 59 anos e em “situações urgentes” podem comprar a vacina.

As autoridades não informaram quantas pessoas da cidade já receberam as doses. Desde julho, o país já aplica, de forma experimental, esse imunizante em grupos de alto risco, como profissionais da saúde e agentes que trabalham nas fronteiras.

A vacina é a mesma que foi aplicada em 9 mil voluntários brasileiros na fase 3 de testes, que foi concluída nesta semana. Se aprovada pela Anvisa, ela será administrada a partir de dezembro em São Paulo, segundo o governador João Doria.

Um acordo de US$ 90 milhões firmado pelo governo paulista garante a aquisição de 46 milhões de doses da vacina.

Até o momento, não houve efeitos colaterais importantes e a produção de anticorpos foi positiva. O resultado do estudo deve ser apresentado na próxima semana.

Vacinas chinesas em testes

No momento, a China tem 11 vacinas em testes clínicos no mundo, apenas quatro em testes avançados de fase 3.

Segundo o presidente do país, Xi Jinping, os imunizantes chineses se tornarão um “bem público global”.


20 10 2020 regiao crz numero corona20 10 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01