05 09 2020 mundo indonesia caixaoA Indonésia encontrou uma forma diferente e constrangedora de orientar a população a usar máscara em tempos de pandemia de covid-19. Se não quiser cumprir serviços comunitários, punição imposta pelo governo para quem não usa o acessório em público, o infrator pode se deitar em um caixão que fica no meio da rua enquanto é observado por quem passa.

A punição alternativa foi uma iniciativa de funcionários de segurança pública do subdistrito de Kalisari, no leste de Jacarta, já cansados de pedir às pessoas para usarem as máscaras e não serem atendidos, segundo o site Coconuts Jakarta.

Segundo o site, os servidores disseram que havia uma fila de pessoas que deveriam ser punidas e esperavam por algum serviço comunitário que nem sempre aparecia. "Perguntamos aos infratores se eles queriam ir para o caixão ou esperar pelo serviço comunitário", disse o chefe da Agência de Ordem Pública de Jacarta Oriental, Budhy Novian. "(No caixão, os infratores) contam até 100, ou seja, pelo menos um minuto, e são orientados onde eles podem parar, pois com a covid-19 existe o risco de serem colocados dentro de um caixão de verdade", disse Novian.

Por decreto do governo, o descumprimento do uso da máscara obriga o infrator a prestar uma hora de serviços comunitários e pagar uma multa de pouco mais de R$ 90. Por enquanto, a troca de punição do serviço pela passagem pelo caixão só vale para Kalisari, mas deve ser estendida a todo o distrito de Pasar Rebo.


18 09 2020 regiao crz numero corona

18 09 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01