O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tratou de jogar um balde de água fria na incipiente aproximação de seu governo com a China. Em evento no estado do Arizona na terça, 18/08, o republicano voltou a culpar o país asiático pela pandemia do novo coronavírus e, em razão disso, teria adiado as negociações com Pequim. Ele ainda defendeu aumento na taxação sobre a gigante varejista Amazon.

"Precisa pagar mais por entregas pelos correios", declarou.

A imprensa internacional noticiou que autoridades americanas e chinesas pretendiam se encontrar no último fim de semana, para retomar as tratativas em torno do acordo comercial entre as partes, cuja fase 1 foi assinada em janeiro deste ano. O encontro, porém, foi adiado.

Ainda sobre as tensões com Pequim, Trump insistiu que o aplicativo chinês TikTok precisa ser comprado por uma companhia americana para que não seja proibido no país. "Mas nosso Tesouro também precisa ser recompensado", reiterando, portanto, que pretende taxar a transação, caso ela ocorra.

O líder da Casa Branca tampouco poupou críticas à presidente da Câmara dos Representantes, a deputada democrata Nancy Pelosi. Indagado por um jornalista em torno de uma fala de mais cedo de Pelosi, de que o Partido Democrata poderia cortar sua proposta por um novo pacote fiscal pela metade, de forma a chegar a um consenso com o governo, Donald Trump respondeu: "Não sei o que ela disse. Na verdade, ela é uma pessoa que nunca sabe o que diz."


18 09 2020 regiao crz numero corona

18 09 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01