14 01 2021 geral correcao enemO Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), programado para começar no domingo (17/01), adota a TRI (teoria de resposta ao item) como metodologia de avaliação das provas.

O sistema, segundo informações do MEC (Ministério da Educação), não considera apenas o número de acertos, mas, também, o desempenho do indivíduo por meio das "habilidades do avaliado e características das questões."

Cada questão, de acordo com o método, é qualificada por meio três parâmetros: a proeficiência, o grau de dificuldade e, ainda, a chance de acerto por "chute" —quando o estudante decide por responder de forma aleatória e sem domínio do assunto exigido pela prova. Ou seja, os testes do exame são preparados com perguntas pré-classificadas como fáceis, médias e difícices.

"O esperado é que o candidato tenha um desempenho melhor nas mais simples. A TRI faz uma análise estatística, 'antichute', para calcular uma nota final que indique se houve coerência nas respostas", explica João Pitoscio Filho, coordenador de química do cursinho Etapa. "O objetivo é buscar coerência nos acertos", completa.

Quando um estudante erra uma séria de questões consideradas "fáceis" — a partir da análise do padrão de respostas dele —, o programa responsável pela correção percebe a insconsistência do aluno. Com isso, a nota final é diretamente impactada porque no natural para esse indivíduo era não encontrar grandes dificuldades nessas questões.

Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão federal responsável pelo Enem, a teoria de resposta ao item "pressupõe que um candidato com um certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor que o de sua proficiência e errar aqueles com nível de dificuldade maior."

Para o coordenador João Pitoscio Filho, a melhor forma do aluno lidar com as questões mais "complicadas" é partir pelas mais objetivas (principalmente na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias). "Primeiro fazer a prova atacando as questões mais diretas, mas lembrando que quanto maior o acerto melhor. O que ele tem que evitar é chutar qualquer coisa. Ele tem que acertar muitas questões com coerência".

Para que serve a TRI?

Sistema busca beneficiar aluno que se preparou para o Exame Nacional do Ensino Médio

Sistema busca beneficiar aluno que se preparou para o Exame Nacional do Ensino Médio

- Encontrar coerência nas respostas dos alunos;

- Comparação entre os participantes de diferentes edições;

- Diminuir as chances de empate entre os candidatos, principalmente porque a nota do Enem é fundamental para quem deseja participar de algum programa educacional do governo federal, como o Prouni (Programa Universidade Para Todos) e Sisu (Sistema de Seleção Unificado);

- Indentificar "chutes" e garantir que apenas os alunos que se prepararam para o exame sejam reconhecidos com notas altas. 

Com informações do Portal R7


23 02 2021 regiao crz vacinometro23 02 2021 regiao crz numero corona23 02 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01