18 02 2019 esportes gremio sem renatoGrêmio e Brasil de Pelotas fizeram um jogo bastante disputado e com algumas chances de gol, mas não saíram do 0 a 0 na tarde deste domingo, no Bento Freitas, pela sétima rodada do Gauchão. Com time misto, o Tricolor teve as melhores chances, mas parou no goleiro Carlos Eduardo, autor de grandes defesas e um dos melhores em campo. O Xavante ficou um homem a mais no segundo tempo, após a expulsão de Juninho Capixaba, mas pareceu satisfeito com o empate diante do líder. No final, o resultado foi bom para os dois.

O Grêmio mantém a liderança isolada, enquanto o time de Pelotas segue na lanterna, mas soma um ponto diante do melhor time do campeonato até aqui.

Como fica a tabela

O Grêmio segue na liderança isolada do campeonato, com 17 pontos ganhos. Na outra ponta, o Xavante chega a quatro pontos e deixa a lanterna para o Veranópolis, que foi derrotado pelo Juventude em casa.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi movimentado no Bento Freitas. Os donos da casa tiveram uma boa chance logo aos quatro minutos de jogo, em cobrança de escanteio no lado direito de ataque. Leandro Camilo, livre na área, cabeceou por cima. O Tricolor respondeu aos 22, em boa triangulação entre Vizeu e Pepê, que terminou com o chute de Michel para fora.

O time de Pelotas levava algum perigo nos contra-ataques, principalmente pelo lado direito, às costas de Capixaba. Em um deles, aos 23, Daniel Cruz recebeu livre e chutou cruzado, rente à trave. O Grêmio, por sua vez, chegou mais forte pelo lado esquerdo de ataque, com Pepê. O atacante teve duas grandes chances de marcar, aos 33 e aos 34, ambas dentro da área, mas parou em Carlos Eduardo.

Segundo tempo

O segundo tempo começou em outro ritmo, bem mais lento. O Grêmio encontrou dificuldades para furar a defesa xavante, muito bem postada atrás, enquanto os donos da casa seguiram apostando nos contra-ataques, mas já sem a mesma velocidade do primeiro tempo. Pepê, aos 13 minutos, parou em Carlos Eduardo pela terceira vez no jogo, após lançamento longo de Juninho Capixaba. Aos 29, Evertou se livrou da marcação na entrada da área e chutou colocado, no canto esquerdo, mas o goleiro xavante fez outra grande defesa. O Tricolor perdeu Juninho Capixaba, expulso aos 34 minutos, e recuou. O Brasil até ensaiou uma pressão no final, mas visivelmente não tinha mais pernas. Terminou trocando passes no meio-campo até o apito final.

Foi ou não foi?

O Grêmio reclama de um pênalti não marcado em Kannemann logo no começo do jogo. O zagueiro gremista é segurado por Leandro Camilo dentro da área, após cobrança de escanteio, e cai no gramado. Para o comentarista de arbitragem da RBS TV, Márcio Chagas, penalidade não marcada pelo árbitro Jonathan Pinheiro.

Aos 34 minutos do segundo tempo, Juninho Capixaba cai no gramado após uma disputa com Branquinho no meio-campo. Falta? Não, simulação. O lateral gremista recebeu o segundo cartão amarelo do árbitro e foi expulso de campo.

Sem técnicos

Tanto Grêmio quanto Brasil de Pelotas foram comandador por técnicos interinos no Bento Freitas. No banco de reservas do Grêmio estava Victor Hugo Signorelli, substituto de Renato Gaúcho, liberado para fazer o curso para obter a licença A da CBF no Rio de Janeiro. Já o Xavante foi comandado por Gustavo Papa, que assumiu a equipe após a demissão de Paulo Roberto Santos, enquanto a direção busca a contratação de um outro treinador.

Próximos jogos

O Grêmio volta a campo apenas na próxima segunda-feira, dia 25, quando recebe o Veranópolis na Arena, pela oitava rodada do Gauchão. Já o Xavante ganha um dia a mais de descanso e encara o São José na terça, dia 26, no Passo D'Areia.


25 09 2020 regiao crz numero corona25 09 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01