04 11 2019 esportes soteldo inspirado santosMuito parecido com a sua melhor versão nesta temporada, o Santos passou fácil pelo Botafogo no domingo (03/11). Rápido e envolvente, o time de Jorge Sampaoli contou com noite inspirada de Soteldo para vencer por 4 a 1 o duelo disputado na Vila Belmiro e válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos é o terceiro colocado, com 58 pontos, e se manteve distante do São Paulo, o quarto. São três jogos sem derrota. No entanto, também está longe do vice-líder Palmeiras e do líder Flamengo. São cinco pontos para o rival alviverde e 13 para o time carioca.

O calvário do Botafogo segue. A equipe alvinegra amargou a terceira derrota seguida e venceu apenas um dos últimos seis jogos. Ocupa o 14º lugar, com 33 pontos, apenas dois acima do Fluminense, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. No último domingo (03/11), apenas o goleiro Gatito se salvou. Apesar de ter falhado no segundo gol, o paraguaio se destacou e evitou que o placar adverso fosse ainda maior.

No início do jogo, o Santos reproduziu seus melhores momentos nesta temporada. Veloz e agressivo, o time de Sampaoli encurralou o rival e balançou as redes duas vezes em 12 minutos.

Oportunista, Eduardo Sasha aproveitou desvio de Lucas Veríssimo e apareceu na segunda trave para abrir o placar aos dois minutos. Depois, Marinho fez fila na zaga adversária e arriscou de fora da área. Gatito Fernández falhou como não costuma fazer e a bola entrou.

Na comemoração, o atacante santista emulou uma consulta ao VAR. Na saída para o intervalo, ele mudou o tom e criticou quem o conhece apenas por ser "meme". Além disso, afirmou que as pessoas têm de conhecer ele pelo jogador que é e disse que é "bom para c...".

Na parte final da primeira etapa, os donos da casa diminuíram o ritmo e o Botafogo cresceu a partir das investidas de Marcinho. O jovem Igor Cássio, aposta do técnico Alberto Valentim, foi premiado pelo esforço e diminuiu a desvantagem aos 33, de cabeça, aproveitando saída ruim do goleiro Everson.

A vitória parcial, que vinha sendo construída com certa tranquilidade, virou goleada no segundo tempo. Inspirado, Soteldo bagunçou a defesa adversária e marcou duas vezes em um intervalo de um minuto. Aos 22, recebeu de Marinho dentro da área e finalizou no canto esquerdo de Gatito. No ataque seguinte, o meia venezuelano foi acionado na esquerda e acertou o ângulo para marcar um golaço.

Após os gols em sequência, os comandados de Sampaoli não tiveram dificuldade em sustentar a vantagem diante de um rival combalido.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 4 x 1 BOTAFOGO

SANTOS - Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Evandro (Jobson); Marinho (Lucas Venuto), Soteldo e Eduardo Sasha (Tailson). Técnico Jorge Sampaoli.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Fernando, Carli, Gabriel e Yuri; Werderson, João Paulo e Gustavo Bochecha (Alex Santana); Marcinho (Leo Valencia), Victor Rangel (Vinicius Tanque) e Igor Cássio. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Eduardo Sasha, aos dois, Marinho, aos 12, e Igor Cássio, aos 33 minutos do primeiro tempo. Soteldo, aos 22 e aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

CARTÃO AMARELO - Marinho (Santos).

RENDA - R$ 295.827,50.

PÚBLICO - 7.524 pagantes.

LOCAL - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).


22 01 2021 regiao crz numero corona22 01 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01