22 02 2021 esportes fla vira interDe virada, e com direito a expulsão do lateral escalado após o pagamento de multa de R$ 1 milhão, o Flamengo bateu o Internacional por 2 a 1 no Maracanã, assumiu a liderança do Brasileirão e agora só depende de si para conquistar mais um Campeonato Brasileiro, o segundo em sequência.

Com o resultado do jogo de domingo (21/02), a definição do campeão nacional ficou para a próxima quinta-feira, quando o Inter receberá o Corinthians, no Beira-Rio, e o Flamengo terá pela frente o São Paulo, no Morumbi.

O caráter decisivo do jogo fez com que a torcida do Flamengo ignorasse a pandemia e fosse em grande número para os arredores do estádio. Antes do duelo, mais de mil deles se aglomeraram do lado de fora do Maracanã para recepcionar o ônibus com a delegação rubro-negra. A festa era de um dia de jogo normal. Sobraram bandeiras e cânticos, faltaram máscaras.

Em campo, mais do que colocar frente a frente os dois melhores times do campeonato, o duelo deste domingo foi uma espécie de tira-teima. No primeiro turno, o confronto entre cariocas e gaúchos no Beira-Rio terminou com um empate naquele que foi considerado o melhor jogo do Brasileirão. É verdade que os estilos de jogo mudaram muito daquela partida para essa - os dois times mudaram de treinador ao mesmo tempo -, mas o equilíbrio nos números se manteve.

E tanto Flamengo quanto Inter jogaram da forma como se esperava. Enquanto o time rubro-negro apostava em povoar o campo de ataque e se escorar nas investidas insinuantes de Gabriel Barbosa e Everton Ribeiro, a equipe gaúcha se protegia com segurança em sua defesa à espera do erro adversário.

O vacilo veio logo aos 10. Yuri Alberto recebeu dentro da área e foi puxado por Gustavo Henrique, o zagueiro escalado de última hora pra suprir a ausência do lesionado Willian Arão. Raphael Claus nem precisou do VAR para assinalar o pênalti, convertido por Edenilson.

O gol, contudo, não chegou a abalar o Flamengo. O time se manteve com mais volume de jogo e pressionando no campo de ataque. E essa insistência, somada ao único erro de posicionamento defensivo do Inter no primeiro tempo, resultou no gol de empate. Aos 28, Bruno Henrique avançou área adentro pela esquerda e zaga colorada não viu a chegada de Arrascaeta, que chutou cruzado.

A "decisão" ficaria ainda mais favorável ao Flamengo logo aos três minutos do segundo tempo. Rodinei, o lateral que custou R$ 1 milhão em multa contratual para entrar em campo, atingiu Filipe Luís em uma dividida e foi expulso - dessa vez, com intervenção do VAR.

O lance fez o técnico Rogério Ceni ousar. Ele tirou Isla da lateral direita para colocar Pedro no ataque. Abel fez caminho inverso: sacou Praxedes, um meia mais ofensivo, para recompor o lado direito com Heitor.

Mais do que deixar o Flamengo com um a mais, a saída de Rodinei atrapalhou os planos de Abel, que tinha no lateral o marcador implacável de Bruno Henrique. E foi novamente ele quem construiu a jogada da virada, que culminou com gol de Gabriel após assistência de Arrascaeta.

A vantagem numérica no placar e entre os jogadores no campo foi suficiente para o Flamengo levar a vitória até o fim. O time, inclusive, teve mais chances de ampliar. Nos acréscimos, Pedro teve um gol anulado e Bruno Henrique perdeu outro com o gol vazio. A rede não balançou mais. Para o Flamengo, nem precisava.

FLAMENGO 2 X 1 INTERNACIONAL

FLAMENGO - Hugo; Isla (Pedro), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio (Natan) e Filipe Luís; Diego (João Gomes), Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa (João Lucas). Técnico: Rogério Ceni

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Praxedes (Heitor), Patrick (Maurício) e Caio Vidal (Thiago Galhardo); Yuri Alberto (Peglow). Técnico: Abel Braga.

GOLS - Edenilson, aos 11, e Arrascaeta, aos 28 minutos do primeiro tempo; Gabriel Barbosa, aos 18 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diego, João Gomes, Natan, Pedro (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Rodinei (Internacional).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa/SP).

LOCAL - Maracanã, no Rio (RJ).


27 02 2021 regiao crz numero corona27 02 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01