21 12 2020 esportes santos perde vascoO Santos podia ser vice-líder do Brasileirão não fossem os 11 pontos desperdiçados em jogos no Rio. Um trauma no Brasileirão. No domingo (20/12), os comandados de Cuca somaram a segunda derrota na cidade no intervalo de oito dias. Perdeu por 1 a 0 para o Vasco, que ganha um fôlego na luta contra o rebaixamento.

Das quatro visitas aos cariocas neste Brasileirão, o Santos somou apenas um ponto, no 0 a 0 com o Botafogo. No restante, perdeu para Fluminense (3 a 1), Flamengo (4 a 1) na rodada passada e agora do Vasco. Depois de cinco tropeços seguidos em São Januário, os comandados de Ricardo Sá Pinto ganharam a primeira em casa sob a batuta do português.

Num rápido contragolpe, com somente oito minutos de partida, Carlinhos fez o gol da vitória vascaína. No primeiro turno o Vasco já havia surpreendido com 2 a 2 na Vila Belmiro.

Depois da bela e desgastante apresentação diante do Grêmio, pelas quartas de final da Libertadores, o Santos novamente teve muitas mudanças num jogo no Rio. Em cena rara, veio a campo com Soteldo e Marinho no banco de reserva. O venezuelano, recuperado da covid-19, mas sem chances de atuar 90 minutos, e o astro do time preservado por causa das dores musculares.

Para piorar, Pará e Jobson ainda se machucaram, Luan Peres estava suspenso e Lucas Veríssimo fora por causa da "briga" com a direção para ser negociado com o Benfica. Cuca optou por estreia de Fernando Pileggi na direita, e Alex Nascimento na defesa. Madson virou ponta.

A estratégia, porém, sofreu um baque logo de cara. Num contragolpe, Léo Matos recebeu na direita e cruzou para Carlinhos aparecer bem na área. O meia desviou para abrir o marcador, com apenas oito minutos.

Também com desfalques importantes de Neto Borges, Léo Gil e Talles Magno, o gol dava a tranquilidade necessária ao Vasco. Os cariocas foram seguros na marcação por boa parte da etapa inicial.

O Santos, por exemplo, só teve a grande oportunidade de empate aos 32. Alex Nascimento desviou de cabeça e Fernando Miguel fez milagre em voo de mão direita. No rebote, Madson parou em Léo Matos.

Cinco minutos mais tarde, Kaio Jorge e Madson apareceram em papéis invertidos. O centroavante foi até o meio e deu belo lançamento para o lateral-direito improvisado na ponta. Ele arrancou e chutou a chance clara de gol para o alto. O Santos começou a chegar com perigo no ataque. Mas nada de buscar a igualdade.

Cuca resolveu ousar no intervalo com as entradas de Soteldo e Bruno Marques na vaga de dois defensores. O Santos que já rondava a área vascaína e seria ainda mais ofensivo.

As mudanças deixaram o Santos muito forte. Felipe Jonatan tabelou com Bruno Marques e quase empatou. Fernando Miguel salvou o Vasco com os pés. Vendo o Santos crescer, Sá Pinto resolveu implantar o esquema com três zagueiros e lançou Marcelo Alves. O 1 a 0 era gigante em suas pretensões.

Cuca não pretendia, mas se viu "obrigado" a apelar para Marinho com a lesão muscular de Madson. E numa falta em Kaio Jorge surgiu a chance que o camisa 11 queria. Parou na barreira. Nova falta e a pontaria mais uma vez foi falha. O astro entrou mal no jogo e não conseguiu salvar o Santos de somar o sexto duelo seguido sem ganhar longe da Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 0 SANTOS

VASCO - Fernando Miguel; Léo Matos, Jadson, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Marcos Junior (Bruno Gomes), Juninho (Marcelo Alves) e Carlinhos (Yago Pikachu), Vinícius (Gustavo Torres) e Cano (Tiago Reis). Técnico - Ricardo Sá Pinto.

SANTOS - John Victor; Fernando Pileggi (Bruno Marques), Luiz Felipe (Soteldo), Alex Nascimento e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Sandry (Lucas Lourenço); Madson (Marinho), Lucas Braga e Kaio Jorge (Marcos Leonardo). Técnico - Cuca.

GOL - Carlinhos, aos 8 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jadson e Henrique (Vasco).

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

RENDA E PÚBLICO - Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL - São Januário, no Rio (RJ).


28 02 2021 regiao crz numero corona28 02 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01