25 09 2019 regiao sjc greve embraerTrabalhadores da Embraer suspenderam a greve e voltaram ao trabalho nesta quarta-feira (25/09) na unidade Faria Lima, em São José dos Campos (SP). A paralisação havia sido iniciada na terça (24/09), motivada pelo impasse na campanha salarial da categoria.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, a greve foi suspensa, mas os líderes sindicais devem seguir com as tratativas sobre o reajuste salarial com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que conduz as negociações no setor aeronáutico.

No início da manhã, os trabalhadores do 1° turno chegaram a votar por manter a greve. Apesar disso, com a chegada dos funcionários do administrativo, os trabalhadores começaram a entrar na empresa - mesmo aqueles que votaram pela manutenção do movimento. Por isso, o sindicato decidiu pela suspensão da greve.

Na terça-feira houve confusão na portaria da Embraer. A Polícia Militar foi acionada para garantir o acesso ao trabalho dos funcionários que não quiseram aderir ao movimento grevista. Houve confusão entre sindicalistas e policiais, que chegaram a usar gás de pimenta para dispersar o grupo.

Desde o início do movimento grevista a Embraer afirma que a maior parte dos funcionários não aderiu à greve e que os sindicalistas fizeram bloqueios nas portarias. Segundo a Embraer, as atividades na fábrica ocorrem normalmente, com 100% da equipe.

Impasse

A greve foi desencadeada após um impasse na campanha salarial dos trabalhadores do setor aeronáutica. Sem acordo, a Embraer decidiu aplicar, por liberalidade, um reajuste de 3,28% nos salários dos trabalhadores das unidades de São José dos Campos e Taubaté.

O reajuste aplicado pela Embraer, a ser pago já neste mês de setembro, considera a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A categoria pede 3% de aumento real, reposição da inflação e renovação das cláusulas sociais sem a retirada de direito dos trabalhadores.

A discussão sobre o reajuste envolve também outras empresas do setor aeronáutico e que são representadas pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). São elas a Latecoere, em Jacareí; e Sonaca, Pesola, Alestis e Aernnova, em São José dos Campos.


21 09 2020 regiao crz numero corona

21 09 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01