24 09 2019 regiao industrias vagasDos 22 setores industriais do Vale do Paraíba analisados mensalmente pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), 16 (72%) cortaram empregos nos últimos 12 meses. Apenas três geraram novas vagas no período, com outros três permanecendo estáveis, sem perder ou ganhar novos postos de trabalho.

Os números mostram o desafio que o setor industrial do Vale enfrenta desde a crise econômica, que dizimou 25,3 mil na região.

Em janeiro de 2014, o segmento empregava 123,4 mil pessoas no Vale, contingente que caiu para 98,1 mil em agosto deste ano. Ou seja, a região perdeu 20,5% dos trabalhadores industriais com a crise.

De acordo com os dados do Ciesp, o setor que mais cortou vagas nos últimos 12 meses foi o de impressão e reprodução de gravações, com queda de 28,57% no Vale - o Ciesp não divulga números absolutos de setores, com exceção de dados estaduais.

Em todo estado, entre os setores acompanhados pela pesquisa do Ciesp, 50% apresentaram variações negativas, com 11 demitindo, 7 contratando e 11 permanecendo estáveis.

Os principais destaques negativos ficaram por conta de veículos automotores, reboques e carroceria (-1.598 empregos), couro e calçados (-1.426) e produtos de borracha e de material plástico (-1.419).

No Vale, o segundo setor que mais perdeu empregos em 12 meses foi o de papel e celulose, com retração de -26,12%, seguido de outros equipamentos de transporte (-12,91%), móveis (-12,5%), alimentos (-11,67%), informática (-11,54%) e máquinas e equipamentos (-10,28%).

Os únicos setores que apresentaram variação positiva foram metalurgia (5,71%), produtos de metal (19,15%) e minerais não metálicos (19,86%).


21 09 2020 regiao crz numero corona

21 09 2020 regiao crz corona faixa etaria

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01