07 0 2019 regiao taubate gripeUm morador de rua de 45 anos, que morreu no dia 3 de julho, é o oitavo paciente que morre vítima de gripe em Taubaté neste ano. A confirmação do diagnóstico foi feita na terça-feira (06/08) pela Vigilância Epidemiológica.

Os oito óbitos, após exames, atestaram positivo para o vírus H1N1. Considerando as mortes, a cidade tem neste ano 53 confirmações de pacientes com influenza em 2019. Além do vírus H1N1, encontrado em 45 casos, o influenza B atingiu cinco pacientes e o H3N2, com duas ocorrências.

No comparativo com o ano passado, Taubaté tinha no mesmo período, 12 mortes por influenza e 70 ocorrências confirmadas da doença.

Antes da morte do morador de rua, os três casos mais recentes de mortes por gripe foram de uma mulher de 52 anos, no dia 18 de junho; um homem de 89 anos, no dia 23; e uma mulher de 69 anos, no dia 24 de junho.

Outras vítimas são uma idosa de 75 anos; um homem de 44 anos; um recém-nascido, que morreu no dia 22 de maio; e um bebê de um ano em março.

Cautela

Por causa dos óbitos, além da campanha de vacinação contra gripe a grupos prioritários, que ocorreu em junho, a Diocese de Taubaté mandou as igrejas suspenderem o contato entre os fiéis em rituais como a entrega da hóstia na boca e a saudação da paz, em que os católicos apertam as mãos ou se abraçam.


03 03 2021 regiao crz numero corona03 03 2021 regiao crz numero corona

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01