23 07 2019 regiao coi taubateRegiões com índices criminais elevados serão contempladas na ampliação do COI (Centro de Operações Integradas), segundo o governo Ortiz Junior (PSDB). O novo contrato, assinado em 1º de julho com a Talentech, prevê a instalação de 160 câmeras de monitoramento, 30 a mais do que no contrato anterior.

As 30 novas câmeras ainda não começaram a ser instaladas. De acordo com a prefeitura, isso será feito após a emissão da ordem de serviço à empresa - não foi divulgado um prazo. Por enquanto, a Talentech tem efetuado a substituição dos equipamentos nos pontos em que já havia monitoramento.

A ampliação da cobertura do COI foi uma promessa de Ortiz na eleição de 2016 - implantado com 100 câmeras em 2014, o sistema passou a contar com 130 aparelhos em 2015, ainda no primeiro mandato do tucano.

O novo contrato, com duração de 12 meses, vai custar R$ 10 milhões. Isso representará um acréscimo de 6,9% sobre o custo do contrato anterior (com o Consórcio Taubaté Vias, liderado pela própria Talentech), que era de R$ 9,355 milhões/ano.

Radares

Se por um lado haverá ampliação do número de câmeras do COI, por outro haverá redução drástica no quantitativo de equipamentos de fiscalização do trânsito (os radares passarão de 40 para 20). Já o de equipamentos de avanço semafórico vai passar de 10 para 14. O número de lombadas eletrônicas (4), de radares móveis (2) e de painéis de mensagens (5) permanecerá inalterado.

À reportagem, a gestão tucana alegou que "não haverá perda efetiva de radares e nem retirada dos equipamentos pré-instalados", pois alguns dos aparelhos "funcionarão em forma de rodízio". Além dos 20 radares de velocidade, o município contará com 15 infraestruturas que funcionarão com esses equipamentos para propiciar o rodízio.


28 02 2021 regiao crz numero corona28 02 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01