23 07 2019 regiao transparencia jacareiResponsável pelo início de investigações que culminaram em abertura de ações civis pelo Ministério Público, a Diretoria de Governança e Transparência da prefeitura de Jacareí registra, até então, uma queda no número de publicações de relatórios durante este ano.

O órgão, cujo objetivo é centralizar atividades de controle interno, tem ainda o poder de adotar providências de combate à corrupção no Poder Público.

Em 2017, a equipe somou cerca de 12 relatórios publicados. Dentre eles, a investigação da ocorrência de irregularidades na Pró-Lar, que foi desdobrada em uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Câmara, e, posteriormente, em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público. O processo se encontra em andamento.

No mesmo ano, fora publicada a apuração relacionada à possíveis anormalidades no processo de compras de catracas, tema que também foi analisado pelo MP e se tornou alvo de uma ação de improbidade administrativa contra ex-gestores do município.

Já no ano passado, foram sete relatórios publicados pelo órgão de transparência do município no site oficial. Foram abordados temas como irregularidades em processos licitatórios, iluminação pública e despesas com multas e juros de mora.

O cenário é diferente neste ano, quando, até o mês de julho, houve o registro da publicação de um relatório. O trabalho aborda uma revisão das demonstrações financeiras e do cumprimento do contrato do município junto a uma empresa que fornecia serviços de engenharia.

De acordo com a Secretaria de Governo, são vários os trabalhos que estão em execução pelo núcleo, mas que ainda não chegaram na fase de publicação. "Os relatórios demoram tempos para serem concluídos", justificou.


03 03 2021 regiao crz numero corona03 03 2021 regiao crz numero corona

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01