19 11 2020 regiao lavrinhas pf desvio verbasA Polícia Federal realiza na manhã desta quinta-feira (19/11) uma operação que investiga desvios de verba da educação na Prefeitura de Lavrinhas (SP).

A investigação teve início há cerca de um ano e apurou indícios de direcionamento de licitações a superfaturamento nas aquisições e desvio de combustíveis e lubrificantes em contratos da Prefeitura de Lavrinhas. O montante global dos contratos suspeitos é de aproximadamente R$ 2 milhões.

A polícia aponta que houve falta de competitividade dos certames e a apresentação de atestados de desempenhos falsos para fornecimento de óleo diesel e óleo rodoviário.

Nos atestados analisados, a PF identificou que eles tinham a mesma fonte e coincidentes erros de grafia, além de assinatura divergentes do sócio, atividade econômica, porte, capital social e estabelecimento incompatíveis com o volume de combustível supostamente recebido.

Além disso, foram verificadas discrepâncias entre os valores pagos aos fornecedores e aqueles que, de fato, seriam devidos.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) analisou os contratos e apontou irregularidades, em razão de preço contratual vigente superior ao de mercado, ausência de controle nos abastecimentos e dubiedade nos extratos de lançamentos apresentados pela gestão. Em alguns casos, a quantidade apontada como abastecida era superior à capacidade do reservatório de combustível.

De acordo com a polícia, são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Lavrinhas, Cruzeiro e Mogi das Cruzes. Os investigados podem responder pelos crimes de peculato, fraude a licitações e falsidade ideológica.

A reportagem tenta contato com a Prefeitura de Lavrinhas.


26 11 2020 regiao crz numero corona

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01