11 03 2019 regiao represasOs reservatórios da Bacia do Rio Paraíba do Sul estão 33% mais cheios do que no início de janeiro, segundo levantamento da ANA (Agência Nacional de Águas).

Nesta sexta-feira, os quatro reservatórios da região tinham 48,32% de volume útil, em média, acima do registrado na primeira semana do ano, de 36,34%.

Também se trata do maior nível do reservatório equivalente --espécie de média das quatro represas: Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil --desde junho do ano passado, quando o nível estava em 47,17%.

Desde então, o reservatório caiu até 25,12%, no final de outubro de 2018, iniciando a recuperação com a entrada da estação chuvosa.

Os três últimos meses do ano passado e janeiro deste ano tiveram grandes precipitações, segundo o Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos).

Foram registrados 180 milímetros de chuva em outubro, 140 mm em novembro, 150 mm em dezembro e 205 em janeiro --ainda não há dados de fevereiro.

Comparação

No entanto, as fortes chuvas deste período não foram capazes de deixar os reservatórios da bacia com volume útil nesta semana acima do registrado em março do ano passado.

Comparando os dois meses, a queda é de 8,12% na quantidade do reservatório, com 48,32% nesta sexta contra 52,59%, em 9 de março de 2018.

'A incidência de chuva está diferente neste ano", explica engenheiro do CBH

Segundo engenheiro Luiz Roberto Barretti, vice-presidente do CBH-PS (Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul), a incidência das chuvas está ocorrendo de forma diferente. "Muitas chuvas na região da calha, onde está a maioria das cidades, mas que não contribuem para os reservatórios, que estão tendo volumes menores".


13 05 2021 regiao crz vacinometro13 05 2021 regiao crz corona faixa etaria

13 05 2021 regiao crz numero corona

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01