19 01 2021 brasil consumidor paga caro gasA alta do preço do gás liquefeito de petróleo nas refinarias da Petrobras, que reajustou o valor do produto em 6%, em média, no último dia 7 de janeiro, chegou na semana passada aos consumidores residenciais.

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) demonstram que o botijão de 13 kg estava sendo vendido no período de 10 a 16 de janeiro a R$ 76,50, o que representa uma alta de 1,9% comparado à semana anterior, quando estava custando R$ 75,05, em média.

Os valores do botijão, no entanto, variam de acordo com o local de venda. Na região Norte, está sendo vendido o GLP de 13 kg mais caro do País, a R$ 84,66. No Sudeste, o preço está abaixo da média nacional, R$ 74,07; no Sul, sai a R$ 77,99; no Nordeste, a R$ 75,68; e no Centro-Oeste, a R$ 81,75.

Ao anunciar a alta do derivado de petróleo em suas refinarias, a Petrobras afirmou ter reajustado o valor para seguir a variação do preço de importação, seguindo sua política de paridade internacional. Este ano, a cotação da commodity tem apresentado sucessivas altas, o que leva os agentes do mercado a projetar que os produtos da estatal vão ficar mais caros.

Gasolina também em alta

Na segunda-feira, 18, a empresa anunciou reajuste da gasolina, cujo preço médio do litro vendido nas refinarias vai passar amanhã de R$ 1,84 para R$ 1,98, alta de 7,6% (R$ 0,15, em média). Esse foi o primeiro aumento da gasolina no ano. O último aconteceu no dia 29 de dezembro.

Mas antes mesmo de o produto ficar mais caro nas refinarias, consumidores das regiões Sul e Sudeste já pagaram mais por ele na semana passada. No Sul, o litro passou de R$ 4,472, na semana de 3 a 9 de janeiro, para R$ 4,525, na semana de 10 a 16 do mês. No Sudeste, passou de R$ 4,495 para R$ 4,503.


23 02 2021 regiao crz vacinometro23 02 2021 regiao crz numero corona23 02 2021 regiao crz corona faixa etaria

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01