05 12 2020 brasil mourao desmatamentoO vice-presidente Hamilton Mourão disse ontem, 04/12, que "sempre haverá desmatamento" na região amazônica. Ele justificou que a legislação permite a exploração de até 20% de terras no bioma, o que exige fiscalização constante do governo em propriedades rurais.

"Sempre haverá desmatamento, a legislação prevê que no caso da Amazônia se tem 100 hectares você pode desmatar 20. Nossa tarefa é impedir que o proprietário desmate além dos 20%, tem que haver fiscalização constantes das mais de 600 mil propriedades rurais no bioma Amazônia", disse em entrevista ao advogado Paulo Roque.

De acordo com o vice-presidente, 45% do desmatamento da região em áreas privadas e, por isso, é preciso "verificar uma por uma". Ele ressaltou que "grande problema do desmatamento está centrado nas terras não destinadas" em invasão de terras públicas.

Mourão minimizou índices de desmatamento e queimadas na região registrados neste ano. Na segunda-feira, 30, o governo divulgou que o desmatamento da Amazônia teve uma alta de 9,5% no último ano, que configura a maior taxa desde 2008, de acordo com estimativa do Prodes, sistema do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o vice-presidente, os dados ainda são menores do que nos anos de 2004 e 2005, durante o governo Lula. Sem apresentar dados, ele disse ainda que as queimadas ficaram dentro da média histórica.


03 03 2021 regiao crz numero corona03 03 2021 regiao crz numero corona

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01