O jogador Willian, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do América FC, durante partida válida pela quinta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)O América-MG fez um primeiro tempo melhor que o Palmeiras. Diferente dos últimos jogos, o Coelho teve um ataque mais leve, conseguindo acionar bastante os seus jogadores de velocidade Ademir e Geovane, pelos lados, além de tudo boa participação do meio de campo nas jogadas.

Defensivamente, o América-MG neutralizava as ações ofensivas do Palmeiras, bloqueando o meio de campo, impedindo que o alviverde conseguisse jogar pelos lados, e assim o time de Abel Ferreira foi muitas vezes obrigado a fazer lançamentos mal sucedidos.

Os jogadores de mais criação do Palmeiras, Veiga e Scarpa estavam apagados, muito bem neutralizados pela defesa do Coelho, mas eles também precisavam fazer alguma coisa de diferente, o Veiga, por exemplo, chegar mais na área para tentar a definição da jogada, que ele faz bem quando é mais participativo do jogo.

O América-MG continuava melhor no jogo, e então na falha do Victor Luís, Ademir aproveitou e mandou a bola para Geovane fazer o 1 x 0, num golaço.

Mas então, depois de um total vacilo da defesa do Coelho, não se pode fazer o gol, e logo em seguida tomar o outro, Scarpa, que é o líder de assistências do atual campeão da Libertadores na temporada, apareceu no jogo, para ser decisivo e dar mais uma assistência, em um cruzamento certeiro para o William cabecear e empatar.

O América-MG não se intimidou e continuava fazendo o seu jogo, o Palmeiras ainda tinha defeitos, e o time do Coelho conseguiu um pênalti no final do primeiro tempo, que Jailson defendeu.

Bater pênaltis tem sido um grande problema para o atual vice-campeão mineiro.

No segundo tempo, o Coelho perdeu uma de suas principais armas ofensivas, Ademir, e juntando isso a falta de ousadia do técnico nas substituições, e as boas substituições de Abel Ferreira, mais a covardia do Coelho que se fechou totalmente, o Palmeiras virou o jogo.

Os meias do Palmeiras estavam bem mais participativos no segundo tempo, chegando mais na área, arriscando chutes de fora da área, e com a entrada de Luiz Adriano, o alviverde estava trabalhando melhor as jogadas buscando a referência dele. Antes de ser decisivo na assistência para o segundo gol de William no jogo, o camisa 10 havia perdido duas boas oportunidades.

O América-MG estava chamando demais o Palmeiras para o seu campo de defesa, dando bastante espaço, e errava muitos passes na hora de tentar sair para o contra-ataque, e assim o time de Abel Ferreira recuperava a bola facilmente, e continuava a empurrar o Coelho na defesa, e de tanta pressão que o Palmeiras fazia, o gol da virada saiu no finalzinho do jogo.

Castigo para o Coelho que não aproveitou a oportunidade de matar o jogo no primeiro tempo quando estava melhor, mas pelo menos apresentou evolução, e presente para o Porco pelo bom segundo tempo que fez.


20 07 2021 regiao crz corona faixa etaria20 07 2021 regiao crz numero corona20 07 2021 regiao crz vacinometro

villa tita

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01