an luiz octavio 4 mega feirao rotunda jan 2020 02        an pref crz jan 2020

18 04 219 politica guedes pais paradoO Brasil não pode ficar parado esperando a aprovação da reforma da Previdência, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, após reunião, nesta quarta-feira (17), com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e presidente do Senado, Davi Alcolumbre, na residência oficial do Senado, em Brasília.

“Não podemos ficar parados esperando isso [reforma da Previdência]. Isso vai ser votado em 2, 3, 4 meses. E temos que continuar deflagrando as reformas”, disse Guedes.

18 04 219 politica anastasia relatorO senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) será o relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do projeto que amplia as possibilidades de recebimento de denúncias contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e o procurador-geral da República (PGR). O projeto é de autoria do senador Lasier Martins (Pode-RS).

"Senador Anastasia é o relator do PRS 11/2019 de Lasier Martins para que o recebimento de denúncias contra ministros do STF não seja uma decisão apenas do presidente da Casa", tuitou Lasier.

18 04 219 brasil marco vieiraO Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 18, publica a exoneração do general Marco Aurélio Costa Vieira do cargo de secretário especial do Esporte, área agora vinculada ao Ministério da Cidadania, comandado pelo ministro Osmar Terra. O nome do novo titular não foi publicado no DOU.

Nos bastidores, há especulações de que a saída do general Vieira seria necessária para dar lugar ao MDB, com a nomeação de João Manoel Santos Souza, do Maranhão, que seria ligado ao ex-presidente José Sarney. Santos Souza é filho do ex-senador João Alberto, que hoje preside o MDB maranhense. Osmar Terra também é do MDB.

18 04 219 politica maia falta organizacaoO presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou como um "erro" a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) não ter votado a reforma da Previdência nesta semana. Para Rodrigo Maia, faltou organização do governo.

A votação na CCJ estava marcada para esta quarta (17). Na última segunda (15), porém, o governo anunciou um acordo para adiar para a próxima semana. Mesmo assim, deputados aliados se articularam para tentar antecipar a votação. Mas a votação ficou para a próxima semana.

17 04 2019 brasil inexperiencia votacaoO ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (17) que o adiamento pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da votação da reforma da Previdência foi motivado por "pequenos desajustes" e pela "relativa inexperiência" de novos deputados.

O ministro deu a declaração ao deixar reunião na residência oficial da Presidência do Senado com os senadores e o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil).

De acordo com Guedes, a expectativa do governo é que a comissão aprove o parecer na sessão da próxima terça-feira (23).

17 04 2019 politica mourao likeO deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP) protocolou na terça-feira, 16, um pedido de impeachment do vice-presidente Hamilton Mourão. Ele acusa o general de ter tido comportamento indecoroso e vê crime de responsabilidade.

Um dos argumentos colocados no pedido é uma "curtida" (like) da conta de Mourão no Twitter em uma publicação da jornalista Rachel Sheherazade, do SBT. "A denúncia por crime de responsabilidade contra Mourão se deu por comportamento indecoroso em várias ocasiões.

10 04 2019 brasil reuniao previdencia suspensaUm novo tumulto entre oposição e governistas tomou conta da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que discute a reforma da Previdência. O deputado Eduardo Bismarck (PDT-CE) começou a gritar que o deputado Delegado Waldir (PSL-GO), líder do partido do presidente Jair Bolsonaro, estava armado dentro da comissão e ao lado do presidente da CCJ, Felipe Francischini.

10 04 2019 brasil vice fala mouraoO vice-presidente, general Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira, 9, que cabe a ele falar "coisas que o presidente não quer falar" e atacar primeiro, quando é preciso atacar. O papel de vice foi abordado por Mourão em evento em Washington, organizado pelo Brazil Institute, do 'think tank' Wilson Center. "Não é fácil ser vice-presidente, você é o segundo no comando. Você pode olhar para mim, você foi um general por 12 anos e comandava todo mundo. Bom, agora eu não comando", disse Mourão, que tem sido criticado com frequência por ala do governo por ter uma agenda independente e por vezes de contraponto à do presidente, Jair Bolsonaro.

10 04 2019 politica senado aprova plO Senado aprovou na noite de terça-feira (9) um projeto de lei (PL) que autoriza que autoridades policiais possam determinar a aplicação de medidas protetivas a mulheres vítimas de agressão no contexto da Lei Maria da Penha. O texto segue para sanção presidencial.

Com a aprovação do PL, delegados poderão determinar o afastamento do agressor da casa onde mora com a mulher, caso não haja juiz no município. Policiais também poderão aplicar tais medidas caso não haja delegacia disponível no momento da denúncia.

10 04 2019 politica relator favoravl previdencia ccjO relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), apresentou ontem (9) parecer pela a admissibilidade do texto enviado ao Congresso Nacional pelo presidente Jair Bolsonaro.

O parecer de Freitas é o primeiro passo da tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 6/2019) na Câmara. Para que tenha prosseguimento, o colegiado analisará se o texto está de acordo com a Constituição Federal. O mérito será discutido por uma comissão especial.

06 04 2019 politica velezentregar cargoO ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez disse nesta sexta (5) no fórum empresarial Lide, em Campos do Jordão, que não vai entregar o cargo.

A declaração foi dada após o presidente Jair Bolsonaro indicar que pode demiti-lo no início da próxima semana. Vélez disse, ainda, que não falou com Bolsonaro.

Perguntado sobre se sairia do ministério, Vélez disse que "agora não". Sobre a declaração de Bolsonaro, Vélez disse que não tinha sido informado.

06 04 2019 regiao ministro preservacao ambientalPalestrante do primeiro painel do fórum Lide, que une as principais lideranças do Brasil e empresário em Campos do Jordão (SP), o ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente defendeu nesta sexta-feira (5) que a agenda da pasta tem que ser racional, com embasamento técnico. 'Não pode ser uma agenda do 'bom mocismo'', disse ao criticar o que considera uma patrulha do 'politicamente correto'.

06 04 2019 regiao principais liderancas reformaO ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (5) que está tranquilo quanto à condução da reforma da Previdência e falou em "rumores" em torno de sua articulação no Parlamento pela aprovação do texto.

"Se as principais lideranças do país estão comprometidas com a reforma, eu vou ter medo de quê? Vou tratar com um certo desrespeito quem me desrespeitou? São rumores, acontece", disse.

06 04 2019 regiao infraestrutura iniciativa privadaO ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta sexta-feira (5) que a iniciativa privada tem obrigação de agir para impulsionar os projetos do setor no país. Ele falou a empresários durante evento do grupo Lide, em Campos do Jordão, no interior paulista.

Freitas declarou que "governo nenhum age sozinho", referindo-se aos esforços para tocar projetos de investimentos e privatizações de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias.

05 04 2019 politica bolsa familiaO presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje (4) que o governo pagará o 13º benefício do Bolsa Família no final deste ano. A medida está entre as metas dos primeiros 100 dias de governo e será oficialmente anunciada na próxima semana, em um evento no Palácio do Planalto.

"O 13º do Bolsa Família será anunciado na semana que vem, para atingir diretamente os mais necessitados. O recurso virá do combate a fraude [no programa]", afirmou Bolsonaro, durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook.

05 04 2019 politica waldir reconheceO líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), fez duras críticas à articulação do governo, reconheceu que faltou estratégia da base na audiência pública realizada na quarta-feira, 3, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e apontou o dedo para quem, segundo ele, jogou o ministro "na cova dos leões".

05 04 2019 politica acm neto demO presidente do DEM, ACM Neto, admitiu nesta quinta-feira, 4, que o partido pode fechar questão em torno da reforma da Previdência, mas quer esperar o término da tramitação nas comissões para verificar o teor da proposta que irá ao plenário da Câmara. Ele também não descartou integrar formalmente a base do governo em algum momento, mas sem especificar quando isso ocorreria.

05 04 2019 brasil alckminO presidente do PSDB, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quinta-feira, (04), que o partido mantém posição de independência em relação ao governo. Ao deixar reunião com o presidente Jair Bolsonaro, ele também disse que os tucanos apoiam a reforma da Previdência governo, mas com restrições. "Não há nenhum tipo de troca, não participaremos do governo", declarou. Ele também ponderou que o apoio dos tucanos à reforma ocorre num contexto de "justiça social".

05 04 2019 brasil mdb romero jucaApós se reunir com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente do MDB, Romero Jucá, admitiu que é preciso construir uma "nova modelagem na relação política", pois a antiga foi "vencida pelas urnas". Jucá não conseguiu se reeleger como senador na última eleição, após três mandatos consecutivos. O emedebista deixou claro que o partido não quer fazer parte da base aliada do governo e não garantiu apoio irrestrito à reforma da Previdência.

05 04 2019 politica cargos basePrestes a completar cem dias de mandato, o presidente Jair Bolsonaro se rendeu à chamada "velha política" e se reúne, a partir desta quinta-feira, (04), com dirigentes de 11 partidos para convidá-los a integrar a base de sustentação do governo no Congresso.

Após desenhar uma aliança apenas com frentes parlamentares, Bolsonaro enfrentou uma crise política atrás da outra, que levou a derrotas do Planalto na Câmara, e foi aconselhado a aceitar a distribuição de cargos, na volta da viagem a Israel, para aprovar a reforma da Previdência, destaca o jornal O Estado de S. Paulo.

05 04 2019 politica licenca maternidadeO ministro da Cidadania, Osmar Terra, disse dia 4 durante audiência pública na Câmara que é necessário aperfeiçoar o marco legal da primeira infância com a ampliação da licença-maternidade para um ano. Segundo ele, os países mais desenvolvidos em educação têm 12 meses de licença-maternidade.

04 04 2019 brasil senado acumulo cargos miliaresO Senado aprovou nesta quarta-feira (3), em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 141/2015, que permite a policiais e bombeiros militares acumular cargos de professor, de profissional de saúde ou técnico-científico quando houver compatibilidade de horários.

O texto autoriza os militares dos estados e do Distrito Federal a acumular função nas áreas de educação e saúde. Atualmente, esses profissionais passam para a reserva quando assumem permanentemente cargos públicos civis.

04 04 2019 politica bolsonaro partifdosA Casa Civil informou que o presidente Jair Bolsonaro iniciará nesta quinta-feira (4) a rodada de reuniões com dirigentes de partidos. Entre os temas que serão discutidos, está a busca de apoio para aprovação da reforma da Previdência no Congresso Nacional.

Segundo a Casa Civil, as reuniões terão a presença do ministro Onyx Lorenzoni, que responde pela articulação política do governo.

04 04 2019 politica tereza cristinaA ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, vai se reunir na próxima quarta-feira (10) com 51 embaixadores de países árabes para confirmar a intenção do governo brasileiro de intensificar parcerias comerciais. A reunião ocorre após o anúncio da abertura de um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém.

an pao quente 01

an byomed