bn camara 05 2020

21 01 2020 policia taubate atropelada onibusUma mulher de 66 anos, atropelada por um ônibus do transporte coletivo em Taubaté na última semana, morreu na noite de segunda-feira (20/01). Desde o acidente, no dia 15 de janeiro, ela estava internada em estado grave na UTI do Hospital Regional.

Maria Helena de Camargo trabalhava como cuidadora de idosos e ia a um posto de saúde no bairro Chácara Flórida quando foi atingida pelo ônibus. Segundo a família, o motorista teria arrancado antes que ela descesse, o que teria causado o acidente. A empresa contesta a versão.

"Desceram algumas pessoas antes dela e, quando ela saiu, ônibus começou a andar. Ela se desequilibrou e caiu. Na queda, a roda de trás passou por cima do pé dela", conta a filha, Alessandra Camargo.

No dia, a mulher foi socorrida pelo Serviço e Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Regional. No mesmo dia, segundo familiares, ela passaria por uma cirurgia no pé, mas teve duas paradas cardíacas e foi internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Desde então, Maria Helena permanecia internada, mas na noite de segunda-feira (20/01) teve novas complicações e não resistiu.

A ABC Transportes afirma que "a senhora escorregou na calçada e teve as pernas atingidas pelo veículo, que deixava o ponto de ônibus". Em nota, a empresa ainda lamentou a morte e disse que mantém contato e manifesta apoio aos familiares.

O caso é acompanhado pela Polícia Civil. No dia do acidente, foi feito boletim de ocorrência de lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. A polícia informou que aguarda o laudo da causa da morte para avaliar como o caso será tratado. A investigação segue com a equipe do 4º Distrito Policial.


an pref 07 05 2020

impacto 94 completo Página 8

an luiz octavio