bn luiz octavio mega feirao nov 2019   bn pref crz 24 09 2019   an pao quente 01

22 12 2019 policia sjc papai noel shoppingUm homem que trabalhava como Papai Noel em um shopping na zona sul de São José dos Campos (SP) foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (21/12) suspeito de exibir vídeos pornográficos para duas meninas. O suspeito nega o crime. As vítimas são uma adolescente de 12 anos, que estava acompanhada pelo pai, e uma criança amiga dela, de 11.

Segundo os parentes, as duas foram comprar sorvete em um estabelecimento no shopping no Jardim América, quando viram o Papai Noel.

Ao se aproximarem, o Papai Noel teria mostrado um vídeo pornográfico para elas. Constrangidas, elas se distanciaram do suspeito e disseram que iam comprar cachorro-quente, momento em que ele teria tentado aliciá-las.

"Ele disse que se elas passassem o número de whatsapp, ele daria dinheiro para comprarem o lanche", contou Nathália Pereira, irmã de uma das meninas, e que foi até o shopping após o ocorrido.

"A minha irmã estava muito nervosa e a amiguinha chorava bastante. Elas estavam constrangidas, porque o que aconteceu não é o que uma criança espera de um Papai Noel", disse Nathália.

Ela contou que, ao chegar no local, a segurança do estabelecimento já havia retirado o Papai Noel do espaço. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o suspeito em flagrante.

Em depoimento, o Papai Noel negou ter mostrado vídeos com conteúdo sexual para as duas meninas. Segundo informações do boletim de ocorrência, ele disse aos policiais que foi surpreendido pelas crianças enquanto apagava vídeos pornográficos do celular e que desligou o aparelho rapidamente.

Segundo o boletim de ocorrência, ele disse ainda que se ofereceu para emprestar o dinheiro do lanche para as meninas e que pediu o telefone delas para combinar a devolução, mas elas não aceitaram.

O aparelho foi apreendido pela polícia e passará por perícia. Procurada, a defesa do suspeito informou que não iria comentar o assunto. Ele deve passar por audiência de custódia neste sábado.

O caso foi registrado como divulgação de cena de estupro e imagens de nudez, sexo ou pornografia e será investigado pela Polícia Civil.

O que diz o shopping

Por nota, o Shopping Jardim Oriente informou que lamenta o ocorrido e que está prestando assistência aos familiares.

O estabelecimento disse que o Papai Noel é um ator contratado por meio de uma empresa de eventos terceirizada, e que ele foi afastado da função até que o caso seja apurado.


an byomed