bn pref crz 24 09 2019    bn luiz octavio mega feirao nov 2019    an camara crz 03 10 2019

24 10 2019 mundo tufaoO Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão informa que chega a US$ 900 milhões o valor dos estragos causados ao setor pelo Tufão Hagibis. Um relatório atualizado sobre os prejuízos financeiros calculados em 38 províncias japonesas foi divulgado hoje (24/10) pelo ministério.

Ficaram danificadas, no mínimo, 7 mil instalações agropecuárias — por exemplo, reservatórios e escoadouros —, com custo estimado de reparos na casa dos US$ 350 milhões.

O total correspondente a arroz, maçãs e diversos produtos agrícolas ficou em torno de US$ 78 milhões.

Os estragos em estradas florestais, madeireiras e outras instalações relacionadas à silvicultura são avaliados em aproximadamente US$ 245 milhões.

O total de prejuízos em portos pesqueiros e instalações de pesca equivale a US$ 87 milhões.

Funcionários do ministério preveem que o total de perdas aumentará simultaneamente à coleta de novos dados, especialmente em áreas onde houve transbordamento de rios.

Eles informam que medidas de auxílio estão sendo definidas para as pessoas afetadas.

Chuva

Meteorologistas japoneses preveem forte chuva em várias regiões do país, incluindo áreas atingidas pelo Tufão Hagibis.

Na cidade de Muroto, província de Kochi, no oeste do Japão, 33 milímetros de chuva foram registrados em uma hora antes do meio-dia desta quinta-feira.

Mais precipitações são esperadas no oeste e leste do país, ao longo de sexta-feira, e inundações podem ocorrer.

A chuva pode chegar a 300 milímetros na região de Shikoku, no oeste do Japão, 250 milímetros em Tokai, no centro do Japão, 200 milímetros em Kansai, no oeste do Japão, e 100 milímetros em Kyushu, no sudoeste do país.

Até 200 milímetros de chuva estão previstos até sábado de manhã na região de Kanto, que inclui Tóquio, 150 milímetros em Tohoku, no nordeste do Japão, e Tokai e Koshin, no centro do país, além de 100 milímetros em Kansai, no oeste japonês.

A Agência de Meteorologia do Japão informa que outro tufão, o Bualoi, está trazendo fortes ventos às ilhas Ogasawara. Rajadas de cerca de 190 quilômetros por hora foram registradas em Chichijima, uma das ilhas que compõem Ogasawara, hoje de manhã.

A agência pede que a população permaneça alerta para ventos fortes e ondas altas.


an pao quente 02

an byomed