an luiz octavio        an pref crz jan 2020

 

30 05 2019 mundo foquete russoO foguete Soyuz, da Roscosmos, Agência Espacial Russa, foi atingido por um raio após 10 segundos do seu lançamento no Cosmódromo de Plesetsk, base espacial localizada em Moscou, nesta semana.

Uma descarga elétrica em foguetes e aviões não é tão incomum e também não é tão perigoso quanto parece.

O físico britânico Michael Faraday provou, em 1930, que uma descarga elétrica é conduzida por uma superfície com extremidades condutoras sem afetar o interior. O experimento ficou conhecido como Gaiola de Faraday.

Por isso, mesmo com um raio caindo no bico do foguete, o lançamento ocorreu normalmente e os astronautas seguiram na missão sem problemas.

Nas imagens é possível ver o raio passando por toda a superfície e saindo pela ponta oposta do equipamento.

Um vídeo foi publicado pelo chefe da Roscomos no Twitter.

Com informações do Portal R7. 


an pao quente 01

an byomed