an luiz octavio        an pref crz jan 2020

 

29 05 2019 mundo atletas presosNa terça-feira (28/05), a polícia espanhola colocou em prática uma operação contra manipulação de resultados nas divisões de elite do futebol do país. Inicialmente, as investigações apontam para sete suspeitos, dentre os quais estão jogadores, ex-jogadores e dirigentes, que teriam manipulado diversas partidas das últimas duas temporadas do Campeonato Espanhol.

Dentre os atletas detidos, de acordo com o jornal Marca, estão: Raúl Bravo (38 anos), ex-jogador do Real Madrid (2002 a 2007), que seria o líder da organização criminosa; Carlos Aranda (38), ex-Sevilla; Borja Fernández (38), do Valladolid (clube presidido por Ronaldo Nazário); e Iñigo López, do Deportivo La Coruña.

Mais dois nomes estão sob responsabilidade da polícia, ambos vinculados ao Huesca, que acaba de ser rebaixado para a segunda divisão da Espanha. O primeiro é de Agustín Lasaosa, presidente, enquanto o segundo é de Juan Carlos Galindo, chefe do departamento médico.


an pao quente 01

an byomed