bn camara 05 2020

31 01 2020 esportes guilherme arana atletico mgO Atlético-MG apresentou na tarde de quinta-feira (30/01) o jogador que é a sua mais importante contratação para a temporada de 2020: o lateral-esquerdo Guilherme Arana, que chegou do Sevilla, da Espanha, clube pelo qual teve uma passagem bastante apagada.

Exatamente por não ter jogado muito no time do sul da Espanha, nem pela Atalanta, da Itália, em que esteve por empréstimo no ano passado, Arana está louco para entrar em campo. Se depender dele, a estreia pelo Atlético vai acontecer muito rapidamente, até porque um de seus objetivos na volta ao Brasil é ser convocado para disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho, e não há tempo a perder.

"Na minha cabeça, gostaria de jogar amanhã", disse o lateral de 22 anos em sua primeira entrevista coletiva como jogador atleticano. "É claro que tenho de fazer testes, ver como estou fisicamente, mas gostaria de estar à disposição do treinador já no domingo", falou Arana, que vinha fazendo treinos físicos em uma academia montada em sua casa.

É pouco provável, porém, que Guilherme Arana esteja nos planos de Rafael Dudamel para o jogo contra o Tombense, no domingo, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Além de o lateral ainda ter a necessidade de melhorar o condicionamento físico, é preciso que seu nome apareça no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para que ele tenha condições de jogar, o que ainda não ocorreu.

No Atlético, o jogador vai se reencontrar com Fábio Santos, lateral-esquerdo que foi para ele uma espécie de mentor no início de carreira, no Corinthians. Agora, ironicamente, os dois serão concorrentes a uma vaga na equipe mineira, situação que aparentemente deixa Arana um tanto desconfortável.

"O Fábio é um cara que me aconselhou muito quando eu comecei na equipe profissional do Corinthians, mas eu chego para fazer meu trabalho e deixo a decisão nas mãos do treinador. Mas é lógico que eu quero jogar", afirmou o lateral. "O Fábio me ajudou muito quando eu tinha 16 anos, mas ainda tenho 22, não sou veterano, quero aprender bastante e os conselhos dele ainda são válidos, especialmente vindos de uma pessoa tão experiente e vitoriosa."

Segundo Arana, o entusiasmo mostrado por torcedores do Atlético com a sua contratação foi fundamental para ele escolher o clube - "Fiquei muito feliz porque a torcida invadiu as minhas redes sociais", contou -, mas ele também já percebeu que a cobrança dos atleticanos é grande. O jogador esteve no Independência para assistir ao empate por 0 a 0 com o Coimbra, na noite de quarta-feira, e viu a equipe alvinegra deixar o campo sob vaias por causa da atuação decepcionante.

"O torcedor tem todo o direito de cobrar, e eu vou fazer o que sempre fiz, que é entrar em campo com muita vontade de vencer. Mas estamos no começo da temporada, a equipe ainda vai melhorar muito."

Guilherme Arana assinou contrato com o Atlético até 2024, mas a negociação entre o clube mineiro e o Sevilla determinou um empréstimo até o meio do ano que vem, com aquisição definitiva obrigatória caso o jogador dispute pelo menos 60% das partidas da equipe no período. Antes dele, a diretoria atleticana já havia contratado o lateral-direito Mailton (ex-Operário-PR), o volante Allan (ex-Fluminense) e os meias Hyoran (ex-Palmeiras) e Borrero (ex-Independiente Santa Fé, da Colômbia).


an pref 07 05 2020

impacto 94 completo Página 8

an luiz octavio