bn camara 05 2020

10 12 2019 esportes palmeiras acelera reformulacaoO período de férias do futebol brasileiro mal começou, mas o Palmeiras já está bem ativo nas mudanças do elenco para a próxima temporada. Enquanto aguarda a vinda de um novo diretor de futebol e de um treinador, a diretoria iniciou a prometida reformulação do elenco e promoveu até agora a saída de quatro dos 32 jogadores que terminaram o Campeonato Brasileiro deste ano.

Quem oficializou o adeus ao clube por último foi o atacante Henrique Dourado. O contrato de empréstimo entre o Palmeiras e o Henan Jianye, da China, chegou ao fim e não será renovado. "Me despeço outra vez do Palmeiras. Infelizmente, não foi da forma que eu esperava quando voltei, por diversas circunstâncias, mas sempre permanecerá meu respeito e carinho pela Sociedade Esportiva Palmeiras", escreveu o jogador nas redes sociais.

Dourado disputou somente quatro partidas neste retorno ao Palmeiras. O jogador integra uma lista de despedidas que teve como outro nome o zagueiro Edu Dracena. Aos 38 anos, o defensor se aposentou e agora avalia qual função vai desempenhar no futebol. O volante Thiago Santos foi negociado ao Dallas, dos Estados Unidos, e o goleiro Fernando Prass não teve o contrato renovado.

Aos 41 anos, Prass tem como último compromisso como jogador do Palmeiras a participação em uma entrevista coletiva nesta terça-feira, na Academia de Futebol. O goleiro era o atleta mais antigo do elenco e estava na equipe desde dezembro de 2012. Prass ainda não anunciou se vai jogar por outra equipe no próximo ano ou se vai encerrar a carreira profissional.

A lista de saídas do Palmeiras vai aumentar nos próximos dias. O clube avalia negociar outros atletas, principalmente para se adequar ao novo planejamento e diminuir as despesas com a folha salarial. Quem está cotado para sair é o colombiano Miguel Borja. O atacante não foi relacionado para o último jogo da temporada, contra o Cruzeiro, e tem sondagens de times colombianos.

A diretoria cuida dessas negociações juntamente com as conversas por um novo diretor de futebol e um outro treinador. Desde as saídas de Alexandre Mattos e Mano Menezes o clube está com os cargos vagos. As negociações para essas duas funções estão em andamento. Diego Cerri, do Bahia, é quem deve comandar o departamento de futebol e Jorge Sampaoli é o nome preferido para ser técnico do time.

Na segunda-feira (09/12), o atacante Dudu compareceu à cerimônia de entrega do prêmio Bola de Prata e evitou comentar sobre as especulações de quem será o técnico. O jogador comentou que o elenco vive a expectativa de ter um ano melhor e se recuperar das frustrações de 2019. "Não sei dizer o que faltou neste ano. Não fizemos o que todos esperavam. Mas esperamos que no ano que vem possamos corrigir os anos para voltar a ganhar títulos", afirmou.


an pref 07 05 2020

impacto 94 completo Página 8

an luiz octavio