bn luiz octavio mega feirao nov 2019   bn pref crz 24 09 2019   an pao quente 01

28 11 2019 esportes noite festa fla cearaO Flamengo comemorou com uma grande vitória de virada a conquista da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro, ocorridas no fim de semana. No lotado Maracanã, como de hábito nos jogos do time em 2019, a turma de Jorge Jesus derrotou o Ceará por 4 a 1 na quarta-feira (27/11) e deu sequência a uma boa fase que parece infinita.

O grande astro da noite foi Bruno Henrique, que anotou três gols. Vivendo a melhor fase de sua vida, o ex-jogador do Santos chegou a 21 gols no Brasileirão e se tornou uma séria ameaça a Gabriel, que lidera a artilharia do campeonato com apenas um tento a mais - o herói da conquista da Libertadores não jogou por estar suspenso. Após o apito final, ainda teve mais comemoração, já que o Flamengo recebeu as medalhas e o troféu de campeão brasileiro.

De bem com a vida, e com a torcida a empurrá-lo, o Flamengo fez desde o início da partida o que realiza de melhor: atacou o adversário com fúria. Mesmo sem alguns titulares, o campeão encurralou os cearenses e criou boas oportunidades de gol.

Willian Arão esteve próximo de marcar de cabeça aos sete minutos e Arrascaeta acertou um chute no travessão aos 15. O jogo pertencia ao Flamengo e o gol rubro-negro parecia questão de tempo, mas um contra-ataque mudou o rumo dos acontecimentos. Aos 26, Felipe Silva passou como quis por Rodinei e chutou para a pequena área, onde Thiago Galhardo mandou a bola para o gol.

A trave salvou o Ceará de levar o empate no primeiro tempo quando Bruno Henrique mandou um ótimo chute de fora da área. Depois de um providencial desvio do goleiro Diogo Silva, a bola correu por cima da linha de gol e não entrou.

O que era um domínio absoluto dos campeões do Brasil e da América do Sul virou massacre depois do intervalo. A bola raramente saía da área do Ceará e, apesar da comovente dedicação dos defensores visitantes, suportar tanta pressão por tanto tempo se mostrou uma missão impossível.

A resistência cearense finalmente foi batida aos 19 minutos. O jovem Lincoln, que entrou no jogo no lugar de Diego, ajeitou de cabeça para Bruno Henrique e o atacante aproveitou um segundo de indecisão de Diogo Silva para mandar a bola para a rede.

Àquela altura, nem mesmo os mais otimistas torcedores do Ceará acreditavam que seria possível segurar o empate até o fim. E não foi mesmo. Aos 28, Bruno Henrique apareceu de novo para virar o placar, desta vez aproveitando um cruzamento de Arrascaeta. Aos 40, o terceiro de Bruno: o goleiro rebateu uma falta cobrada pelo meia uruguaio e o atacante não perdoou o erro.

Nos acréscimos, aproveitando o compreensível desânimo dos jogadores do Ceará, Vitinho marcou o quarto gol do Flamengo e fez a noite de festa rubro-negra terminar em goleada.

Agora com 84 pontos, o Flamengo voltará a jogar no domingo, quando visitará o Palmeiras no Allianz Parque. Derrotado, o Ceará parou nos 37 pontos, em 16º lugar, e torce para o Cruzeiro não vencer o CSA nesta quinta ou entrará na zona de rebaixamento do Brasileirão. Seu próximo compromisso será no sábado, no Castelão, diante do Athletico-PR.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4 X 1 CEARÁ

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Rodrigo Caio, Rhodolfo e Renê; Willian Arão, Diego (Lincoln), Everton Ribeiro e Arrascaeta; Reinier (Vitinho) e Bruno Henrique. Técnico: Jorge Jesus.

CEARÁ - Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Eduardo Brock e João Lucas (Leandro Carvalho); Fabinho, Ricardinho (Mateus Gonçalves), Pedro Ken e Felipe Silva; Chico e Thiago Galhardo (Tiago Alves). Técnico: Adilson Batista.

GOLS - Thiago Galhardo, aos 26 minutos do primeiro tempo; Bruno Henrique, aos 19, aos 28 e aos 40, e Vitinho, aos 46 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Júnior(PR).

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Caio e Vitinho (Flamengo); Valdo (Ceará).

CARTÃO VERMELHO - Samuel Xavier (Ceará).

RENDA - R$ 5.377.084,00.

PÚBLICO - 67.539 torcedores presentes.

LOCAL - Maracanã, no Rio (RJ).


an byomed