bn pref crz 24 09 2019    bn face luiz octavio automoveis 01    an camara crz 03 10 2019

 

04 11 2019 esportes soteldo inspirado santosMuito parecido com a sua melhor versão nesta temporada, o Santos passou fácil pelo Botafogo no domingo (03/11). Rápido e envolvente, o time de Jorge Sampaoli contou com noite inspirada de Soteldo para vencer por 4 a 1 o duelo disputado na Vila Belmiro e válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos é o terceiro colocado, com 58 pontos, e se manteve distante do São Paulo, o quarto. São três jogos sem derrota. No entanto, também está longe do vice-líder Palmeiras e do líder Flamengo. São cinco pontos para o rival alviverde e 13 para o time carioca.

O calvário do Botafogo segue. A equipe alvinegra amargou a terceira derrota seguida e venceu apenas um dos últimos seis jogos. Ocupa o 14º lugar, com 33 pontos, apenas dois acima do Fluminense, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. No último domingo (03/11), apenas o goleiro Gatito se salvou. Apesar de ter falhado no segundo gol, o paraguaio se destacou e evitou que o placar adverso fosse ainda maior.

No início do jogo, o Santos reproduziu seus melhores momentos nesta temporada. Veloz e agressivo, o time de Sampaoli encurralou o rival e balançou as redes duas vezes em 12 minutos.

Oportunista, Eduardo Sasha aproveitou desvio de Lucas Veríssimo e apareceu na segunda trave para abrir o placar aos dois minutos. Depois, Marinho fez fila na zaga adversária e arriscou de fora da área. Gatito Fernández falhou como não costuma fazer e a bola entrou.

Na comemoração, o atacante santista emulou uma consulta ao VAR. Na saída para o intervalo, ele mudou o tom e criticou quem o conhece apenas por ser "meme". Além disso, afirmou que as pessoas têm de conhecer ele pelo jogador que é e disse que é "bom para c...".

Na parte final da primeira etapa, os donos da casa diminuíram o ritmo e o Botafogo cresceu a partir das investidas de Marcinho. O jovem Igor Cássio, aposta do técnico Alberto Valentim, foi premiado pelo esforço e diminuiu a desvantagem aos 33, de cabeça, aproveitando saída ruim do goleiro Everson.

A vitória parcial, que vinha sendo construída com certa tranquilidade, virou goleada no segundo tempo. Inspirado, Soteldo bagunçou a defesa adversária e marcou duas vezes em um intervalo de um minuto. Aos 22, recebeu de Marinho dentro da área e finalizou no canto esquerdo de Gatito. No ataque seguinte, o meia venezuelano foi acionado na esquerda e acertou o ângulo para marcar um golaço.

Após os gols em sequência, os comandados de Sampaoli não tiveram dificuldade em sustentar a vantagem diante de um rival combalido.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 4 x 1 BOTAFOGO

SANTOS - Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Evandro (Jobson); Marinho (Lucas Venuto), Soteldo e Eduardo Sasha (Tailson). Técnico Jorge Sampaoli.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Fernando, Carli, Gabriel e Yuri; Werderson, João Paulo e Gustavo Bochecha (Alex Santana); Marcinho (Leo Valencia), Victor Rangel (Vinicius Tanque) e Igor Cássio. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Eduardo Sasha, aos dois, Marinho, aos 12, e Igor Cássio, aos 33 minutos do primeiro tempo. Soteldo, aos 22 e aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

CARTÃO AMARELO - Marinho (Santos).

RENDA - R$ 295.827,50.

PÚBLICO - 7.524 pagantes.

LOCAL - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).


an pao quente 02

an byomed