11 09 2019 esportes taubate al hachdadiEntre as principais contratações do Vôlei Taubaté para a temporada 2019/20, o oposto marroquino Mohamed Al Hachdadi teve seu primeiro contato com o torcedor na noite da última terça-feira, 10/09, na vitória de sua equipe sobre o São José por 3 a 1 no Abaeté.

Mas o marroquino ainda não atuou. Al Hachdadi foi anunciado aos torcedores no intervalo do segundo para o terceiro set do confronto. Aplaudido de pé, retribuiu o carinho com acenos e, após o jogo, selfies com os torcedores.

Os momentos de espera para entrar em quadra, no entanto, estão perto do final. A expectativa é que Al Hachdadi faça sua estreia pelo Vôlei Taubaté no sábado, às 18h, contra o Itapetininga fora de casa. O atleta, terceiro maior pontuador da última liga italiana, afirma que a adaptação ao Brasil não é problema e já está entrosado com seus companheiros.

- Farei minha estreia no sábado. Já estou preparado. O que eu vi aqui (no Abaeté) é que o time está jogando bem. Eu acho que seremos campeões novamente - disse o atleta.

O marroquino de 28 anos reforça um Taubaté muito desfalcado devido às convocações da seleção brasileira. O primeiro desfalque já é, inclusive, o técnico. Renan Dal Zotto se divide entre o Taubaté e o Brasil. Ele conversou com Al Hachdadi antes da assinatura do contrato e explicou o que esperava do oposto.

- Eu conheço ele (Renan Dal Zotto) à distância. Ainda não o conheci. Nos falamos por whatsapp, mas nunca conversei pessoalmente. É uma ótima pessoa. Antes de eu assinar, ele falou comigo. Ele acreditou em mim. Então, eu estou fazendo o melhor para estar em boa forma e jogar bem para alcançar as expectativas - afirmou.

No Taubaté, Al Hachdadi terá que brigar por posição com o experiente Leandro Vissotto, 36 anos. Os dois atletas têm estilo semelhante: são bons pontuadores que possuem a força física como principal marca. Não é de menos. Quando o marroquino era jovem, Vissotto era uma de suas referências.

- Para mim, Vissotto é uma lenda. Quando eu era mais novo, eu o via como uma lenda. Eu aprendia muito com ele, é claro. É um prazer para mim poder jogar no mesmo time que ele - disse.

Apesar de só ter vindo ao Brasil uma vez antes de sua chegada em definitivo, Al Hachdadi afirma já estar em casa. Os companheiros de Vôlei Taubaté elogiam o reforço. Lipe afirma que, revezando com Vissotto, ele deve elevar o nível do atual campeão da Superliga.

- Ele é bastante físico, ataca a bola alta, com o braço bem esticado. O saque dele também deixa a equipe adversário em bastante dificuldade. É um oposto bem no nível do Vissotto. Ataca uma bola bem alta, tem uma diagonal boa e vai trazer uma qualidade muito grande para nossa equipe - afirmou o ponteiro na coletiva de imprensa.