bn cmc 26 08 2019        an luiz octavio        bn pref crz setembro 2019

 

20 07 2019 esportes rodrigo santanaDepois de abreviar sua carreira de jogador de futebol por conta de um problema cardíaco, Adílson passou a integrar a comissão técnica dirigida por Rodrigo Santana e já ganhou elogios do treinador em sua nova função no Atlético-MG.

"Ele tem o mapa do vestiário, até a forma de falar com o jogador. A gente sabe que com cada um temos que falar de um jeito, e ele tem esse mapa pra gente. É um cara muito agregador, tem uma visão muito grande, ainda de dentro de campo, e isso nos ajuda muito", afirmou o comandante em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O treinador tinha Lucas Gonçalves e Eder Aleixo como seus auxiliares, dupla a qual Adilson se juntou a partir do começo desta semana. O agora ex-jogador, que tem acompanhado de perto os últimos treinamentos, receberá uma homenagem do clube na partida deste domingo contra o Fortaleza, às 16 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O duelo é válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 99 jogos disputados pelo Atlético-MG, Adilson receberá uma camisa personalizada e uma placa de agradecimento. Além disso, o novo membro da comissão técnica atleticana entrará em campo junto dos jogadores e dará o pontapé inicial da partida. Seu nome e o número que usava, o 21, estamparão as camisas de todos os jogadores no confronto.

Durante a intertemporada, exames médicos revelaram que Adílson tem uma cardiomiopatia hipertrófica. Trata-se de um problema cardíaco que pode provocar arritmia e até mesmo a morte durante a realização de exercícios de alto rendimento. Por conta disso, o volante teve de antecipar sua aposentadoria como jogador.

Sobre o jogo contra o Fortaleza, Rodrigo Santana afirmou que seus comandados têm de manter o ritmo imprimido na última vitória por 2 a 0 sobre o arquirrival Cruzeiro na quarta-feira. Apesar de o resultado não ter sido suficiente para classificar o time alvinegro à semifinal da Copa do Brasil, o treinador gostou da intensidade apresentada em campo e pediu que a equipe repita a postura para se manter entre os quatro primeiros na tabela. No momento, é o quarto, com 19 pontos, a sete do líder Palmeiras.

"Para gente se manter na zona de classificação à Libertadores, precisamos fazer um grande jogo, cobrar e correr o mesmo que a gente correu (na quarta-feira). A intenção é essa, a cobrança já foi essa no final do jogo, estar motivado em todos os jogos, por que esse é o Atlético, é o que está correndo, brigando, é o que acredita até o último minuto, até a última bola. A gente precisa se cobrar muito", comentou.


an byomed

an pao quente 02