13 02 2020 regiao sjc csi camerasO novo 'Big Brother' digital de São José dos Campos começa a se tornar realidade. A cidade já recebe a estrutura de fibra óptica para a futura instalação de câmeras de vigilância capazes de detectar um procurado pela Justiça no meio de uma multidão.

Os equipamentos também poderão detectar comportamentos suspeitos, ler placas de veículo adulteradas ou de carros furtados e ainda reconhecer uma invasão de propriedade pública. Tudo isso remotamente.

A novidade faz parte do projeto 'Cidade Inteligente', que congrega serviços de segurança pública, conectividade e automação.

Vencedora da licitação, a empresa América Net começou a instalar, no final de janeiro, os equipamentos e cabos de fibra óptica em todas as regiões da cidade.

O prazo é de nove meses, mas a empresa acreditar ser capaz de concluir com até três meses de antecedência.

O investimento do município será de R$ 39,3 milhões, por 48 meses, e o sistema contará com 1.000 câmeras que serão operadas pelo novo CSI (Centro de Segurança Integrada).

Com tecnologia de ponta, a nova unidade vai absorver os atuais COI (Centro de Operações Integradas) e CCO (Centro de Controle de Operações), que vão deixar a região central e passarão a operar junto ao CSI, no Parque Tecnológico.

Facial

Parte das câmeras será capaz de fazer leitura facial, reconhecendo um rosto no meio da multidão ou numa rua.

Segundo a prefeitura, o sistema acessará o banco de dados da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública) e poderá, remotamente, identificar um procurado pela Justiça no meio de um show ao ar livre, por exemplo, analisando os traços do rosto dele.

A mesma tecnologia será usada para identificar comportamentos suspeitos na cidade.

As câmeras poderão alertar os operadores se uma pessoa estiver parada, por muito tempo, na frente de uma escola, por exemplo. Ou de uma loja durante a madrugada.

O sistema contará ainda com câmeras panorâmicas e equipamentos que poderão fazer giros de 360 graus e captar imagens de todos os ângulos.

"Tudo isso vai facilitar a operação dos nossos policiais militares e civis e da GCM (Guarda Civil Municipal). A nova central de segurança e inteligência terá o que se tem de mais moderno no mundo", declarou Felicio Ramuth (PSDB), prefeito de São José. "Será uma transformação. Vai contribuir muito para melhorarmos os indicadores", completou.

'Segurança tem que ser tratada com tecnologia e inovação', afirma Felicio

Na avaliação do prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth, a cidade terá um "antes e depois" da instalação do novo sistema de segurança pública, controlado pelo CSI (Centro de Segurança Integrada), no Parque da Cidade. As câmeras e o sistema inteligentes farão toda a diferença. "É diferente do cenário de câmeras que a cidade tem hoje, que são analógicas ou digitais, mas sem inteligência. A gente vai passar para outro nível de monitoramento. Cada vez mais a segurança tem que ser tratada com tecnologia e inovação".

As novidades virão gradualmente. Felicio disse que a primeira medida será interligar os prédios da prefeitura, depois vem o CSI, as câmeras e depois o wi-fi na cidade. "Toda inteligência artificial para garantir a segurança".


an paulo bento

an luiz octavio