22 02 2019 regiao taubate carnavalO tradicional bloco 'Vai Quem Quer' foi cancelado pela organização na tarde desta quinta-feira (21) em Taubaté (SP). Cerca de 20 mil pessoas eram esperadas no evento, previsto para o próximo sábado (23). Essa é a primeira vez que o bloco não vai desfilar em 47 anos. O motivo, segundo a organização, foram as exigências de segurança feitas pela prefeitura e polícia.

O bloco, que nasceu no bairro Chafariz, em 1972, como uma brincadeira entre quatro amigos e tem uma característica marcante - os homens curtem a folia vestidos de mulher. A atração é gratuita, aberta ao público e, nas últimas edições, percorreu o trajeto entre a praça Santa Terezinha e a avenida do Povo.

De acordo com a organização, o motivo de cancelamento foi o excesso de exigências impostas pela prefeitura e pela polícia, que inviabilizam o evento neste ano. O problema é que, segundo a organização, falta tempo para obter as documentações e atender regras de segurança.

Entre as exigências estavam a colocação de extintores de incêndio na avenida do Povo, laudo dos bombeiros para atestar a segurança do espaço, revista para ingresso no bloco e proibição de garrafas de vidro e latas.

"Nunca tinham pedido tanta coisa pra gente, foi a primeira vez. Seria desgastante em pouco tempo resolver tudo o que precisa", disse José Arvico, presidente do Vai Quem Quer

Desta vez, conforme previsto pela organização, a intenção era que o público do bloco ficasse concentrado apenas na avenida do Povo, das 16h às 20h.

Acordo

O Ministério Público acompanhou uma reunião na última segunda-feira (18) entre a organização do bloco, a prefeitura e PM. No encontro ficou definido o que cada um deveria fazer para que acontecesse o evento. Nesta quinta, a organização anunciou o cancelamento.

"No ano que vem eles vão nos procurar com mais antecedência para que seja possível fazer o evento com mais estrutura. É um bloco que atrai bastante público e não é possível correr riscos", disse o promotor Valter Rangel.

O que dizem a prefeitura e a polícia

A Prefeitura de Taubaté e a PM disseram em nota que o bloco decidiu cancelar a apresentação por falta de tempo hábil em providenciar a documentação necessária.

"A PM e a Guarda Municipal de Taubaté vão manter na data prevista o patrulhamento no entorno da avenida do Povo para garantir a ordem pública", disse trecho de nota da prefeitura. A intenção é evitar aglomeração ligada ao bloco.


15 08 2020 regiao crz numero corona

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01