an luiz octavio 4 mega feirao rotunda jan 2020 02    bn pref crz 24 09 2019

05 11 2019 regiao sjc paco municipal bombeirosAlvo de ataque na última sexta-feira (01/11), quando um homem tentou atear fogo na recepção do terceiro andar, o Paço Municipal, sede da Prefeitura de São José dos Campos, só terá o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) após abril de 2020.

É o prazo que a empresa Ramos Prevenção e Combate a Incêndios e Pânico Eireli, vencedora da licitação, terá para fazer as adequações exigidas pela corporação.

Somente após as obras é que os bombeiros farão a vistoria para concluir o laudo, e concedê-lo à prefeitura.

Segundo o governo, as obras foram iniciadas em 21 de outubro, com previsão de seis meses para serem executadas. O custo é R$ 618,7 mil.

O prédio da prefeitura não tem laudo de vistoria dos bombeiros pelo menos desde agosto de 2017, quando a falta de documento foi constatada.

Naquele ano, a prefeitura realizou um simulado de evacuação do prédio como uma das exigências para obter o laudo dos bombeiros.

A previsão era de obter o alvará da corporação no primeiro semestre do ano passado, o que não se confirmou.

A exigência do laudo ganhou repercussão no país após o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que matou 242 pessoas em janeiro de 2013. A casa de shows funcionava com o certificado vencido.

Para obter o documento, serão executados serviços no Paço para melhorar a capacidade do prédio contra incêndios e os equipamentos para combatê-los.

Alterações

Portas comuns serão trocadas por portas corta fogo, serão instaladas barras antipânico, com troca de corrimãos, alteração nos abrigos dos hidrantes e mangueiras, instalação de sinalização de emergência, central de alarme, detectores de fumaça, fita antiderrapante e melhorias nas instalações elétricas.

Nesta segunda-feira, o Paço e a Secretaria de Gestão Habitacional e Obras, que fica no terceiro andar, funcionaram normalmente.

Na última sexta-feira (01/11), um homem de 52 anos jogou gasolina e tentou atear fogo, mas foi detido por guardas civis municipais.


an pao quente 01

an byomed