bn pref crz 24 09 2019    bn luiz octavio mega feirao nov 2019    an camara crz 03 10 2019

 

16 09 2019 regiao sjc merendaO novo contrato para o fornecimento de merenda escolar para a rede municipal de ensino de São José dos Campos deve ter um aumento de 64,8% sobre o valor atual. A nova licitação, realizada pelo governo Felicio Ramuth (PSDB), tinha como valor máximo R$ 55 milhões, por um período de 12 meses.

Das três empresas que participaram do pregão, o menor preço foi oferecido pela SHA Comércio de Alimentos (R$ 54,842 milhões).

Com isso, o custo mensal ficará em R$ 4,57 milhões. Já o contrato atual, também firmado com a SHA, custa R$ 33,275 milhões por ano, ou R$ 2,772 milhões por mês.

Firmado em 13 de setembro de 2014, o contrato atual deveria ter sido encerrado no dia 13 do mês passado, mas foi prorrogado por mais cinco meses para que o novo processo licitatório seja concluído. Nesse período, a empresa receberá mais R$ 13,864 milhões.

Comparativo

Questionado pela reportagem sobre o aumento no custo do serviço, o governo Felicio alegou que haverá "vantagens do novo contrato".

O contrato atual, por exemplo, previa em 2014 que fossem servidos 5.891.540 combos/ano. Já a partir de 2020 serão 8.986.380 combos/ano.

O número de escolas e alunos atendidos também irá crescer, de acordo com a gestão tucana: em 2014, quando o contrato atual foi firmado, eram 57,2 mil estudantes de 119 unidades; agora passarão a ser 65 mil alunos em 126 unidades escolares. O contrato também já prevê a ampliação para 70 mil alunos, com a construção de quatro creches e três escolas de ensino fundamental.

A prefeitura alegou que a empresa também terá que fazer melhorias em infraestrutura: ampliações e readequações das cozinhas nas novas escolas municipais; dedetização e desratização das unidades (atualmente, esses serviços são feitos pela Secretaria de Educação e Cidadania); limpeza e manutenção do sistema de exaustão (atualmente, esses serviços também são feitos pela secretaria).

Prefeitura diz que cardápio servido nas escolas municipais será aperfeiçoado

Para justificar o aumento no custo do contrato da merenda, o governo Felicio argumentou que também estão previstas melhorias no cardápio servido nas escolas da rede municipal.

As melhorias previstas são: ampliação de 60% dos cardápios ofertados, conforme orientação do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), o que representará um aumento de sete para 11 cardápios; equalização dos cardápios dos alunos atendidos com a mesma faixa etária nas escolas de educação infantil, institutos maternos infantil e núcleo de educação infantil; melhorias na composição nutritiva das refeições com a oferta de frutas e verduras saltando de uma para três vezes na semana; e divisão de cardápios por faixa etária.


an pao quente 02

an byomed