03 04 2019 regiao central pm ampliadaO Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) em São José dos Campos (SP) vai ser ampliado. As obras da central de atendimento da PM, que atende ligações para o serviço do 190 nas 39 cidades do Vale, têm previsão de início para agosto e vão custar R$ 20,6 milhões. A autorização para o início da licitação foi assinada nesta segunda-feira (1º) e o prazo de conclusão não foi informado.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um novo prédio será construído no estacionamento do 1º Batalhão da PM, onde são feitos os atendimentos da central atualmente.

O coronel Eduardo Stanelis, responsável pelo Comando de Policiamento do Interior 1 (CPI-1), explicou que 95% das chamadas do 190 na região são atendidas no primeiro toque, mas 5% delas ficam na fila de espera - o que pode prejudicar em caso de ocorrências graves. Diariamente as equipes atendem cerca de 5 mil chamadas e 20% delas convertem em atendimento.

“Com essa ampliação, pretendemos zerar a fila de espera e fazer um atendimento com maior qualidade e eficiência. Hoje temos 36 pontos de atendimentos, com a ampliação, serão 74. Isso vai permitir atender mais órgãos e mais rapidez no atendimento”, afirmou.

Integração

No novo prédio, haverá integração do atendimento de serviços emergenciais, como o da Policia Militar, Samu, Corpo de Bombeiros, guarda civil e outros serviços municipais.

“As prefeituras que tiverem sistema de monitoramento, de captação de placas poderão fazer integração e teremos informações em tempo real. Já temos parcerias com algumas prefeituras, mas a ampliação vai permitir que tenhamos estrutura para receber mais”, disse o coronel.

A unidade poderá comportar ainda uma estrutura maior de funcionários, como dez cargos em funções de videomonitoramento, um médico regulador do Grupo de Resgate e Atendimento às Urgências e Emergências (Grau), entre outros postos.


an paulo bento

an luiz octavio