an cm crz 11 08 2020.jpg

21 03 2019 regiao prefeito guaraO prefeito de Guaratinguetá, Marcus Soliva (PSB), se manifestou nesta quarta-feira em suas redes sociais contra o ato de discriminação sofrido por alunos de escolas da cidade no shopping JK Iguatemi, na capital paulista.

O caso aconteceu nesta segunda-feira, quando cerca de 120 alunos das escolas 'Professora Francisca Almeida Caloi' e 'Ana Fausta de Moraes', foram visitar a exposição "Mickey 90 Anos", sediada no shopping JK Iguatemi.

No local, o grupo foi barrado por uma funcionária da exposição. Ela teria alegado à diretora de uma das escolas que não havia restaurantes adequados para as crianças almoçarem, afirmando que o shopping é um local 'elitizado' e que a praça de alimentação estava lotada.

Após insistência e contato com a organização da exposição, a entrada do grupo foi permitida, e, embora a funcionária tivesse afirmado que não haveriam lugares para comportar os alunos, existia um grande número de assentos disponíveis na praça de alimentação do local.

"Isso é um absurdo, acontecer discriminação em local público, o shopping não poderia jamais barrar a entrada de crianças", disse Soliva em um vídeo publicado em sua página no Facebook nesta quarta.

"Quem contrata mal, responde pelo contratado", afirmou o prefeito de Guaratinguetá, referindo-se ao posicionamento da administração do shopping a respeito do caso.

Reação

A Organização Social Orientavida, idealizadora da exposição, afirmou que o caso ocorrido nesta segunda foi pontual e isolado. "Tomamos as medidas necessárias para que a situação não se repita" disse por meio de nota.

Nesta quarta, mensagens de repúdio foram publicadas na página do Facebook do shopping JK Iguatemi.

A direção do shopping entrou em contato com a diretoria das escolas para se desculpar sobre o ocorrido.


11 08 2020 regiao crz numero corona

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01