an cm crz 11 08 2020.jpg

14 03 2019 regiao lixo litoralO Instituto Argonauta e o Aquário de Ubatuba recolhem 4,5 toneladas de lixo de praias do Litoral Norte nos últimos quatro meses.

O trabalho foi feito desde novembro do ano passado e visa avaliar a quantidade e o tipo de lixo recolhido nas praias. A intenção é conscientizar os frequentadores e reduzir a emissão de resíduos para o mar.

Segundo o Instituto Argonauta, o estudo se baseia em metodologia científica adaptada para a região, na qual a presença do lixo nas praias é classificada em quatro categorias: ausente (sem lixo), traços (alguns itens), inaceitável (muito lixo) e caótico (contaminado e com acumulações).

Com uma equipe em torno de 40 pessoas, o Instituto Argonauta investiga o lixo em 132 praias do Litoral Norte mensalmente desde novembro. O trabalho é diário.

Nestes quatro meses, os vigilantes recolheram 4,5 toneladas de lixo, sendo 1,13 t em fevereiro, 1,30 t em janeiro, 1,04 t em dezembro e 1,07 t em novembro.

Com 57 praias investigadas, Ubatuba foi a cidade com mais lixo recolhido no período: 1,66 tonelada (36,42% do total). Depois aparecem São Sebastião (1,22 t), Caraguatatuba (1,05 t) e Ilhabela (616,1 kg).

Apenas em fevereiro, 74 praias (56,1%) foram classificadas como "traço", 51 (38,6%) como "ausente" e sete (5,3%) como "inaceitável", sendo essas localizadas em Caraguatatuba e São Sebastião.

De acordo com a média mensal, nenhuma praia foi classificada como "caótico". Porém, houve registros pontuais de "caótico" nas praias Perequê-Mirim, em Ubatuba, e Enseada e São Francisco, em São Sebastião.

"O lixo é recolhido pelo pessoal do Instituto na faixa de areia, mas não é o total. Não tiramos lixo de lixeira e nem da barraca de alguém. Só o que está solto. O total é muito mais coisa", disse Natalia Della Fina, bióloga do Instituto Argonauta.

Segundo ela, a preocupação com o lixo vem desde 1997, mas o estudo sistemático, nos moldes da balneabilidade da Cetesb, começou há quatro meses. "Criamos o boletim do lixo para informar os turistas e população local. Percebemos muito lixo descartável, como plásticos e outros, durante a temporada e nos finais de semana".


11 08 2020 regiao crz numero corona

an paulo bento

an luiz octavio

cartilha detran servicos digitais final at Página 01