07 03 2019 regiao prisoes crescemNo primeiro mês do governo João Doria (PSDB), a produtividade policial aumentou no Vale do Paraíba e fez da região a 3ª entre as 10 do interior do estado com mais indicadores positivos.

No total, segundo dados oficiais da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública), dos 13 indicadores de produtividade policial, a RMVale contabiliza aumento em oito em janeiro deste ano ante igual período de 2018.

Apenas Santos e Piracicaba ultrapassaram o Vale, com alta em 10 e nove indicadores, respectivamente.

A RMVale é a região com o maior número de vítimas de homicídio e latrocínio do interior do estado, tendo encerrado 2018 com 364 mortos, sendo 338 por homicídio e 26 em latrocínios.

Em segundo, Campinas registrou 278 vítimas.

Para conter a violência, Doria disse que a RMVale seria priorizada na segurança pública. O governador lançou a operação 'São Paulo Mais Seguro' com reforço em blitze da Polícia Militar na região desde o começo do ano.

Por outro lado, a região foi preterida na criação de quatro novas unidades do Baep (Batalhões de Ações Especiais de Polícia). Na campanha, Doria disse que Taubaté seria a primeira cidade a receber um novo Baep.

INDICADORES

Entre os indicadores com alta no Vale, seis estão entre os principais: porte de entorpecente (87 para 110), apreensão de entorpecente (9 para 11), prisões (755 para 894), armas de fogo apreendidas (87 para 101), flagrantes lavrados (491 para 542) e pessoas presas em flagrante (580 para 610).

Na contramão, caíram as ações de tráfico de drogas (285 para 247), porte ilegal de arma (44 para 43) e veículos recuperados (243 para 183).

'Governo investe continuamente nas polícias de São Paulo', diz SSP

A SSP disse que "investe continuamente nas polícias de São Paulo" e que tais medidas são acompanhadas por "indicadores que demonstram uma produtividade crescente". Segundo a pasta, as polícias Civil, Militar e Científica do Vale do Paraíba receberam, desde 2011, "891 viaturas, com investimento de R$ 52,4 milhões", além da contratação de "706 policiais no mesmo período".

E completou: "Da mesma maneira, as polícias realizam operações planejadas com base na inteligência policial, nos locais de maior incidência criminal, sobretudo no combate aos crimes contra o patrimônio".


an paulo bento

an luiz octavio