bn pref crz 24 09 2019    bn luiz octavio mega feirao nov 2019    an camara crz 03 10 2019

 

Marco Aurélio deverá entrar na disputa pela Prefeitura de Cruzeiro

Marco Aurelio RochaEM CRUZEIRO, sondado por ao menos três partidos políticos, o ex-vereador Marco Aurélio Rocha deverá confirmar em breve a pré-candidatura a prefeito. Comerciante e advogado tributarista, o ex-vereador não nega o sonho de ser prefeito. Vereador com destacada atuação entre 2013 e 2016, Marco Aurélio foi um dos mais bem votados no pleito de 2016, com quase 800 votos, porém não foi reeleito devido aos votos acumulados na coligação.

Ao site oimpactocruzeiro, ele afirmou estar em fase de entendimento com dirigentes partidários visando a formação de coligação majoritária de no mínimo cinco agremiações. Para a corrida eleitoral de 2020, Marco Aurélio teria como opções o DEM, o PSDB e o Podemos. Assim que definir a pré-candidatura, Marco pretende abrir a oportunidade para as filiações de novos nomes, principalmente de jovens, sem descartar a adesão de políticos de comprovada experiência e de ilibada conduta pública.

“É necessário estimular os jovens a participarem da vida pública e, ao mesmo tempo, contar com nomes de reconhecida experiência e honestidade na política. Dessa forma, poderemos agregar grupo sólido para a campanha e, principalmente, na administração da Prefeitura.

Enquanto Marco Aurélio articula grupo político, o ex-diretor do SAAE, Manoel Amorim, descarta estar na disputa ano que vem. Apesar de sondado, Amorim prefere ficar longe da corrida pela Prefeitura, disposto apenas a estudar brigar por vaga na Câmara.

O prefeito Thales Gabriel tenta a cada dia fortalecer seu grupo, claro, pensando na reeleição. Mantendo domínio total da Câmara, Thales articula, caso reeleito, manter a mesma supremacia na futura composição de vereadores.

A escolha do vice, porém, deverá ser delicada. Além do atual, Davi Mota, surgem novos pretendentes. Na lista estão o secretário de Planejamento, Rodolfo Scamilla, o secretário de Obras e diretor do SAAE, José Kléber, e surge agora o nome do secretário de Desenvolvimento Econômico, Diego Miranda.

EM LAVRINHAS, as investidas do radialista José Rogério na tentativa de alicerçar a pré-candidatura a Prefeito não alcançaram a repercussão esperada. Além de marcado pelas constantes mudanças de grupos políticos, José Rogério ainda se vê sob o peso do vereador Paulo Vieira.

Os mais próximos opinam que o radialista deveria sair a “sombra política” de Vieira, tendo como exemplo o baixo desempenho de Patrícia Baptistella na campanha para deputado em 2018. Quase impossível, no momento, José Rogério seguir os conselhos. Foi por conta das influências  de Paulo Vieira que o radialista ganhou espaço matinal na Rádio Mantiqueira, além de ter sido nomeado secretário de Cultura pelo prefeito Thales Gabriel.

EM CACHOEIRA, o prefeito Edson Mota está mergulhado na onda de denúncias de irregularidades. Apesar de contar com maioria absoluta na Câmara de vereadores, Mota não descansa em função das marcantes denúncias contra seu governo. Também pesa a complicada situação da Santa Casa de Cachoeira, ainda sob intervenção da Prefeitura. Somando o peso das denúncias, Edson Mota vê cada mais difícil a chance de reeleição em 2020.


an byomed