bn pref crz 24 09 2019    bn luiz octavio mega feirao nov 2019    an camara crz 03 10 2019

 

Irma Alvin

* Paulo Antonio de Carvalho

 

Repercussão de Irmã Alvin foi parar no Vaticano.

Mineira de Santos Dumont (MG), a Irmã Alvin, também conhecida como Irmã Genoveva, nascida em 1909, permaneceria por tempo limitado em Cruzeiro, seguindo o regime na época da Ordem Vicentina. Procedente de Assis (SP), a irmã cumpriria metas em Cruzeiro antes de seguir para outra cidade.

No entanto, fruto da repercussão alcançada por seu empenho na Santa Casa de Misericórdia, a Diocese de Lorena entendeu que a permanência seria pelo tempo que Alvin julgasse necessário. Para tanto, a Diocese teve que conseguir autorização do Papa João XXIII. Dessa forma, por cerca de trinta anos, até a sua morte em 1968, Imã Alvin atuou no hospital e supervisionou os programas sociais voltados para crianças e famílias carentes.

A irmã de caridade desembarcou na Estação Central no início da década de 1940 com a missão de reorganizar a Santa Casa num momento de intensa crise financeira no hospital. Além de campanhas, de quermesses e de verbas públicas estaduais, Irmã Alvin conclamou médicos, parteiras e outros para o trabalho voluntário. A campanha de conscientização logo apresentou resultados. Caso contrário, a Santa Casa iria à falência.

De perfil autoritário, de ampla visão social e administrativa, Alvin fez a Santa Casa avançar em pouco mais de uma década. Do modelo primitivo, o prédio ganhou as dimensões que mantém até hoje. A reconstrução do hospital, feito extraordinário. No período de expansão planejado pela irmã, a Santa Casa passou a ter Maternidade, Enfermarias e Capela. Além da atividade hospitalar, Irmã Alvin também abriu a Funerária São Calixto, como forma de contribuir com a renda do hospital.

Ao longo de sua permanência em Cruzeiro, Irmã Alvin soube guardar um segredo. Apenas seus médicos e pessoas mais íntimas sabiam das fortes dores que a faziam sofrer todos os dias. O motivo jamais se tornou público. Nos momentos de crise, Alvin buscava refúgio na Capela para que ninguém percebesse seu sofrimento. Aos 59 anos, Irmã Alvin faleceu em 1968. Seu nome foi perpetuado no Centro Cirúrgico da Santa Casa e na rua que liga a Avenida Major Novaes ao Morro dos Ingleses. 

 

Irma Alvin na Santa Casa


an byomed